ONG Bicho é Bom busca colaboradores para ajudar na construção que abrigará 30 animais

Trinta cachorros correm o risco de voltar às ruas! Foi este o alerta que a ONG Bicho é Bom colocou nas redes sociais para alertar a população sobre a atual situação de um tutor e seus animais, que foram despejados de seu local atual. A entidade está em busca de colaboradores para a construção de um novo abrigo.

A história chama a atenção pelo fato de que o tutor resgatou, cuidou e deu aos animais uma segunda chance de viver. “Não se trata de um caso de maus tratos. Os cachorros estão muito bem cuidados, todas as fêmeas já estão castradas e existe uma relação muito forte entre eles e o homem que os salvou”, enfatiza a ONG.

Ela conta que as terras onde fica a casa onde ele vive foram vendidas e a estrada de acesso passa exatamente onde o tutor está. “Não conseguimos outro local para onde ele possa se mudar com os seus animais”, destaca a presidente Marta Maria de Godoy, completando. “Temos trabalhado nesse assunto há meses! Promovemos feiras, mas não conseguimos muitas adoções; fizemos campanhas solicitando ração e até mesmo alimento para o rapaz que, muitas vezes, não tem o que comer. Muita gente respondeu e conseguimos aliviar um pouco a situação”, enfatiza ela.

No entanto, a presidente da ONG afirma que estas soluções são paliativas e que é preciso um novo lugar para o tutor ficar com seus animais. “Uma pessoa muito boa ofereceu um pedaço de seu sítio para a construção de um lugarzinho para eles. Uma família maravilhosa e que sempre ajuda os animais doou a execução da obra. Já temos a planta de um pequeno canil, com uma casinha simples. Porém, antes que ele seja despejado, esta obra precisa acontecer”, apela a presidente da ONG. “Precisamos de ajuda para cercar o terreno com alambrado; precisamos de material de construção. Cada item é importante! Aceitamos doações em materiais ou em dinheiro, para ajudar nestas compras, toda ajuda é bem-vinda! Contamos com a sua colaboração”, finaliza ela.

Quem se interessar pode entrar em contato pela página da ONG Bicho é Bom.

Compartilhar/Favoritos

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Você deve ser de logged em para postar um comentário.