Hackers roubam contas de WhatsApp. Saiba como se prevenir

Nos últimos dias, o número de relatos de pessoas que tiveram a sua conta de WhatsApp hackeada aumentou de forma considerada. Nas redes sociais, os usuários alertaram seus seguidores no caso do hacker entrar em contato, solicitando informações e até pedindo dinheiro.

Um dos casos, trata-se da nutricionista Nerissa Oliveira, que relatou o acontecido. “Entraram em contato comigo, dizendo que tinham visto a live que eu fiz com a jornalista Stela Calafiori, dando todos os detalhes e dizendo que ela passou o meu contato. Como meu perfil é público e nele consta o meu número, imagino que tenham pego pelo Instagram mesmo”, conta ela. “Disseram que eram do programa Bem Estar e queriam fazer uma entrevista comigo e que, para me colocarem no grupo dos entrevistados do dia, eu precisava dizer o código que havia sido enviado no meu celular via SMS. Assim que me disseram isso, eu desconfiei e desliguei o celular”, completou.

Tássia Tinti foi vítima do golpe, que foi dado por meio do Instagram. Ela disse que estava tratando uma troca no site da Samsung, quando foi chamada no chat do aplicativo. “Não me atentei que não se tratava do perfil oficial e, sim, de uma cópia da conta da marca. Me disseram que eu precisava comprovar que era eu mesma e que iriam me enviar um link com um código, o qual deferia ser informado. Foi uma sucessão de erros e, quando percebi, eles já tinham assumido a minha conta”, lembrou ela.

Tássia ainda conta que os golpistas ainda entraram em contato com os seus familiares, pedindo-lhes dinheiro. “O meu aplicativo ficou em posse do bandido por cerca de 15 minutos. Assim que avisei, meu marido ligou, alertando que não era eu quem estava enviando as mensagens e tomou todas as medidas que nos cabiam”, enfatizou ela, contando que precisou esperar uma semana para recuperar a sua conta.

“Eu tive que pedir o cancelamento da minha conta, por e-mail, para o WhatsApp. Imediatamente eles bloquearam minha conta. Como eu não tinha habilitado a segurança em duas etapas, precisei esperar 7 dias até que o aplicativo me devolvesse a conta, assim que provei que eu era eu mesma”, completou.

Fique ligado!
Entramos em contato com Reginaldo Magon, da Inove Informática, que explicou como os hackers atuam e quais as medidas para se prevenir deste golpe.

Como os hackers costumam agir neste tipo de golpe?
Nesse tipo de golpe os hackers costumam primeiramente coletar dados da vítima por meio da própria internet, seja através de anúncios em sites de venda, redes sociais etc.
Com posse desses dados entram em contato telefônico com a vítima informando que necessitam de um código de 6 dígitos que irá chegar através de mensagem de texto para validar alguma informação, usando técnicas de engenharia social criam um “grau de confiança”,  informando dados verdadeiros que foram coletados anteriormente. Nesse momento, os golpistas tentam fazer login com o número do WhatsApp da vítima que ao receber a mensagem de texto com o código e repassar para o criminoso estará dando total acesso a suas conversas e grupos.

O que leva os golpistas a hackearem o WhatsApp das pessoas?
Diversos motivos podem ser citados, mas os mais comuns são:
– se passar pela vítima e solicitar dinheiro aos amigos e parentes através de transferências em conta de terceiros, contando alguma história que envolva a urgência do dinheiro com a promessa de devolver em breve;
– envio de links com golpes para os contatos;
– fazer chantagens com a vítima em troca de dinheiro;
– vazamento de conversas, fotos e vídeos privados para prejudicar a vítima.

Como se prevenir?
Para dificultar esse tipo de golpe recomenda-se a ativação do sistema de verificação em duas etapas do WhatsApp, que irá pedir para que você escolha uma senha de seis dígitos que será solicitada ocasionalmente e que impede que seja utilizado somente o sistema de mensagem de texto para verificar a identidade do usuário.

O que fazer quando tiver a minha conta hackeada?
Caso tenha sua conta hackeada, o WhatsApp recomenda que você desinstale o aplicativo, faça um novo download e tente entrar novamente com seu número. Dessa forma, será enviada uma mensagem de texto com o código de ativação. Assim que conseguir conectar em seu aparelho, quem estiver logado com seu número será desconectado.

Algo mais?
Nunca passe por telefone ou encaminhe qualquer código de validação que receber em seu celular ou e-mail e,  ao receber qualquer mensagem com senha ou link, verifique com calma e muita atenção e, em caso de dúvidas, consulte alguém que saiba mais sobre o assunto.

Aponte a câmera do seu celular ou o aplicativo leitor de QR Code para acessar as instruções de como ativar verificação em duas etapas

Compartilhar/Favoritos

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Você deve ser de logged em para postar um comentário.