BÏNaïf traz artistas vindos de diversas partes do Brasil

Casa cheia e todos respirando arte! Assim foi a solenidade de abertura da primeira edição da BÏNaïf – Bienal Internacional de Arte Naïf Totem Cor-Ação, realizada na Câmara Municipal, na noite do dia 29 de setembro, na presença de artistas, autoridades e convidados.

O prefeito André Bozola disse que Socorro orgulha-se de ser um “berço gigante de bravos”, termo em referência ao hino da cidade e utilizado como forma de parabenizar o entusiasmo e trabalho de todos os envolvidos na BÏNaïf.

“A arte ocupou Socorro”, comemorou a organizadora Marinilda B. Boulay, dedicando o sucesso às centenas de colaboradores, que ajudaram construir essa primeira edição, colocando diversas culturas face-a-face.

Rosângela Politano reforçou que, diante do cenário nacional, é muito bom ver como a cidade abraça a cultura, oferecendo a oportunidade das pessoas se expressarem de maneira livre, por meio da arte.

Também fizeram uso da palavra: o vice-prefeito – Edelson Teves, o secretário de Cultura – Tiago Faria, o secretário de Turismo – Acacio Zavanella, o vice-presidente do ComuC –  Rafael Borin, o vice-presidente do Comtur – Charles Gonçalves, o presidente da ACE – Marcos Toledo.  Augusto Luitgards, em  presença de Jacques Ardies ambos membros do comitê artistico da BÏNAif.  Rafael Pompeu foi o responsável pelo protocolo.

Todos os mais de 100 expositores foram nominados 1 a 1. Vinda do estado de Goiás e representando os artistas naifs, Helena Vasconcelos agradeceu todos os artistas que não mediram esforços para estarem ali. “Que a bienal continue, pois daqui a dois anos estaremos de volta”, prometeu.

Declarando aberta a edição, Marinilda e Rosangela convidaram a todos a apreciarem as obras, todas carregadas de história e cheias de emoção.

Foram cerca de 80 artistas presentes, vindos do Brasil todo (Tocantins, Amazonas, Pará, Goiás, Paraíba, Pernambuco, Paraná etc.) e internacionais, acompanhados na maior parte por seus familiares. Entre eles, estavam artistas consagrados como a grande dama da arte naïf contemporânea Tânia de Maya Pedrosa, Américo Poteiro, Willi de Carvalho, Lourdes de Deus, Helena Vasconcellos, Enzo Ferrara, entre outros.

Segundo as organizadoras, alguns ficaram mais de uma semana na cidade e aproveitaram para fazer vivências e cursos com nossos artistas locais.  Os artistas, assim como o galerista Jacques Ardies e o professor Augusto Luitgards, adoraram Socorro, acharam a cidade muito bonita, limpa e o povo educado.

A programação contou, ainda, com  a conferência: “Arte Naïf, Beleza perene”, pelo Professor Augusto Luitgards em presença do galerista Jacques Ardies; Coquetel no Museu. No sàbado: bate-papo com Augusto Luitgards e Valter Polettini sobre o colecionismo na arte; Arte na Praça com exposição, tela coletiva, Banquete BÏNaïf e encontro de Congada e Reisado.

A exposição, que dá a oportunidade aos socorrenses de apreciarem artistas do Brasil todo e internacionais, vai até dia 4 de novembro no Museu Municipal (de terça-feira a sábado, das 9 às 17h, sem interrupção), entrada gratuita. As escolas podem agendar visitas diretamente no Museu pelo fone: 3895-8344.

Compartilhar/Favoritos

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Você deve ser de logged em para postar um comentário.