Boston: onde tudo começou

Vista Observatorio

Quem nos conta um pouco de sua história e dá diversas dicas é o socorrense Jairo Coli Gurgel Barbosa. O analista de sistemas passou 30 dias na cidade.

Confira:

Old North Church

Boston é a capital e cidade mais populosa do estado norte-americano de Massachusetts.  Possui cerca de 5,8 milhões de habitantes, sendo a maior cidade da área de Nova Inglaterra e uma cidade global possuidora de um extenso centro financeiro, comercial, industrial e universitário.

Berço da Independência Norte Americana (Where it all began), Boston foi o local onde eclodiram as principais manifestações da colônia (EUA) contra a Inglaterra, sendo a mais famosa o “Boston Tea Party” (Festa do Chá de Boston), quando colonos revoltados com os impostos cobrados pela coroa britânica, derramaram no mar o carregamento de chá de vários navios da Companhia Britânica das Índias Orientais. O mentor desse protesto foi George Washington, que mais tarde, viria a ser o primeiro presidente dos EUA.

Angelita e Jairo no Campus Harvard

Outro personagem ligado à independência dos EUA e morador de Boston é Paul Revere. Paul é recordado por suas “corridas noturnas” que são consideradas um símbolo de patriotismo norte americano. Ele colaborou na organização da rede de inteligência estabelecida na cidade para controlar os movimentos das forças britânicas. Sua importância é tão grande que é considerado por alguns historiadores como o modelo de um estadunidense industrial, por ter reconhecido o potencial dos produtos metálicos para a produção em massa. Em Boston é possível visitar sua casa, ainda preservada, e a igreja Old North Church, local de onde Paul Revere e outros colonos, observavam as movimentações dos exércitos ingleses. Na época, o campanário da Old North Church era o ponto mais alto em Boston, e por causa da sua proeminência desempenhou papel crucial na Revolução Americana.

Além de toda a parte histórica da cidade, relacionada à independência dos EUA, Boston também é conhecida por abrigar duas das mais famosas universidades do mundo, a Harvard University e MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts). Separadas por cerca de 2km, as duas instituições “disputam” o título de universidade de maior prestígio mundial. Ambos os campi são abertos à visitação, por isso é normal vermos turistas tirando fotos por todos os lados.

Baia

Para quem gosta de esportes, Boston é um prato cheio. A cidade é apaixonada por esportes e sede de famosos times das ligas norte-americanas como o New England Patriots (futebol Americano), Boston Red Sox (basebol), Boston Bruins (hóquei sobre o gelo) e Boston Celtics (basquete). Se qualquer um dos times da cidade estiver jogando é certeza que os bares estão com suas TV’s sintonizadas na partida. O Fenway Park, estádio do Boston Red Sox, foi fundado em 1912, é o mais antigo em uso atualmente nos Estados Unidos. Conseguir um “home run” – bola rebatida para fora do campo – nele é missão difícil. Culpa do “Monstro Verde”, uma parede de 11 metros que tira a alegria de muitos jogadores.

Ponto turístico obrigatório em Boston é o “Boston Public Garden”. Localizado no centro da cidade, seus 97 mil metros quadrados contam com trilhas e jardins sempre bem cuidados. Na continuação do jardim, você encontra a Newbury Street. Este é o endereço para quem gosta de compras. As grandes boutiques da 5th Avenida em New York também tem lojas na Newbury Street. A maior diferença é que em Boston não tem a muvuca de pessoas que New York tem.

Newbury Street

Para ter uma visão privilegiada e de 360 graus de toda a cidade é possível subir no observatório (Skywalk Observatory) do Prudencial Tower (Prudencial Center), localizada na 800 Boylston St. Os ingressos para adulto custam US$ 20.00, que podem ser adquiridos pela internet ou no próprio local.

Próximo ao centro da cidade, encontramos o bairro de Beacon Hill, ou velha Boston, com suas ruas estreitas, algumas ainda de paralelepípedos, como a Acorn St, seus prédios de tijolos a vista, levando a quase uma viagem ao passado.

Boston conta com inúmeras outras atrações, como aquários, feiras, mercados públicos, bares, restaurantes e praças. Para visita-los a melhor opção é optar por transporte público e andar a pé. O metrô é chamado simplesmente de T e compõe-se de quatro linhas, que junto com os ônibus da MTBA abrangem praticamente toda a cidade. Em Boston você pode retirar o cartão (passe) chamado de CharlieCard e fazer cargas que duram até sete dias, e dão direito a viagens ilimitadas durante o período, por qualquer meio de transporte público.

Boston reserva cultura, história e alta qualidade de ensino no mesmo destino, sendo considerada uma das melhores cidades dos EUA. Segura, linda e de fácil mobilidade, a capital de Massachusetts nos faz mergulhar na cultura americana e conhecer a história dos Estados Unidos para além das compras, parques de diversão e dos fast foods.

Compartilhar/Favoritos

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Você deve ser de logged em para postar um comentário.