“Buscar ajuda, identificar limites e trabalhar para superá-los pode ser muito valioso para se manter adaptado e saudável mentalmente”, enfatiza Tatiana Niero

Depois de anos atuando na região de Campinas, a psicóloga Tatiana Niero Miranda Felizardo está de volta a Socorro. A convite do Jornal O Município, ela falou sobre a importância da terapia no momento atual, com dicas para superar o momento de tanta incerteza, trazido pela pandemia para a sociedade. “A terapia é para todos!”, reforça ela. Confira:

Fale sobre sua trajetória até a decisão de voltar para Socorro
Me formei em Psicologia na PUC Campinas em 2003 e iniciei minha carreira na área de Recursos Humanos. Permaneci nessa área por 6 anos, onde pude atuar no desenvolvimento de pessoas e equipes. Essa experiência enriqueceu minhas habilidades de interação pessoal e em 2010 terminei minha pós graduação em Psicologia Clínica Comportamental e passei a me dedicar exclusivamente ao consultório.  Toda essa jornada foi vivida em Campinas e região. (Trabalhei também em Vinhedo e Valinhos). Com a chegada do meu primeiro filho, Felipe, era uma excelente possibilidade para conciliar a agenda do consultório com a rotina dele. Em 2018, a família aumentou e vieram os gêmeos Tiago e Mateus. A partir de então, a busca por um lugar tranquilo para que as crianças pudessem crescer em contato com a natureza, com qualidade de vida e segurança, além do custo disso tudo, passou a ser uma meta da família. Então, a decisão de voltar para Socorro ficou mais concreta até que de fato aconteceu recentemente!

Qual a importância da terapia neste momento atual de Pandemia?
A Terapia, para muitas pessoas, acaba sendo um recurso de ajuda quando algo na vida não está como deveria; quando um problema sério acontece ou foge do controle do indivíduo. Nesse momento delicado que estamos vivendo, com tantas incertezas e perigos que colocam nossa vida e de quem amamos em risco, é natural nos sentirmos aflitos e ansiosos ou até desenvolver sintomas que nunca haviam se manifestado antes. Por isso, buscar ajuda, identificar limites e trabalhar para superá-los pode ser muito valioso para se manter adaptado e saudável mentalmente.

Como funciona a terapia comportamental, na qual você atua?
A Terapia Comportamental (ou Behaviorista) trabalha com a concepção do indivíduo interagindo com o ambiente em que vive. Através dela, trabalhamos com procedimentos de mudança de comportamento.  Na prática, isso significa que o terapeuta comportamental analisa os comportamentos do paciente, em que condições eles ocorrem e o que os mantem ativos. As intervenções são feitas a partir desses dados, buscando auxiliar o paciente  na melhora, no crescimento, produzindo consequências que lhe são valiosas e ampliando seu sentimento de satisfação, alivio e paz. Esse resultado reflete em melhor qualidade de vida, das suas interações pessoais e familiares.  Os pacientes que geralmente procuram atendimento nessa abordagem trazem como queixa depressão, ansiedade, agressividade, transtorno do pânico, transtornos alimentares, problemas afetivos. Mas outros sintomas também podem ser tratados, como agressividade na infância, problemas escolares, luto, entre tantos outros.

Como se manter resiliente durante o isolamento social? Quais as dicas para manter a saúde mental frente às dificuldades?
Manter-se sob controle e resiliente num contexto de isolamento social requer primeiramente planejamento. Quando o indivíduo estabelece uma rotina e procura segui-la (sem se punir caso algo saia do planejado eventualmente), já passa a contar com uma consequência positiva de se manter ativo mesmo num contexto mais restrito. Inclua nessa rotina uma atividade prazerosa, faça algo por você e se sinta orgulhoso por isso. Se possível acrescente também uma atividade física. Ela ajudará a se manter no estado de bem estar, pois produz substâncias que estão ligadas ao prazer e satisfação. Mantenha-se conectado às pessoas, converse com familiares e amigos, troque ideias, receitas, experiências. E, ainda, escolha momentos para ter acesso às notícias negativas. Faça um filtro, escolha bem a fonte de onde irá se alimentar delas, pois isso pode impactar negativamente no seu estado emocional.

Algo mais?
Gosto de dizer que uma pessoa deve procurar por terapia quando deseja se desenvolver para se tornar um ser humano melhor, sofrer menos e causar menos sofrimento para aquelas pessoas que o cercam. Ela deve procurar ajuda quando reconhece que sua vida tem mais componentes que a fazem sofrer do que produzem alívio e a fazem se sentir bem. Portanto, a terapia é para todos!

Serviço
Os atendimentos estão sendo realizados, nesse momento, exclusivamente online. Contato (19) 99204-6640. Contato para agendamento Plano de Saúde Bradesco (19) 98817-6626 – com Simone. Pelas redes, acesse: @tatiniero e @villasaudecampinas

Compartilhar/Favoritos

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Você deve ser de logged em para postar um comentário.