Falta de interesse pela escola era um dos problemas enfrentados pelo Conselho Tutelar que tomou posse há 19 anos em Socorro

Na edição nº 4136, de 3 de novembro de 2000, O Município tem como matéria de capa a evasão escolar sendo a principal denúncia no Conselho Tutelar.

Evasão escolar é a principal denúncia do Conselho Tutelar
O Conselho Tutelar tomou posse em 2 de outubro e neste primeiro mês os conselheiros já puderam sentir o volume de trabalho. Logo no primeiro dia, receberam 142 processos de evasão escolar, das mãos da promotoria. Com uma média de 3 a 4 ocorrências por dia acumularam, até o dia 30, 48 casos. Os mais comuns são de maus tratos, abandono material e desvio de comportamento e atenderam a um total de 162 casos de evasão escolar.
A alegação dos adolescentes, em sua maioria, é que não gostam da escola. Alguns não veem na escola o ato de educar e não têm nenhuma expectativa de futuro. Outros não receberam nenhum incentivo dos pais. Outros ainda, são influenciados por amigos ou hostilizados dentro da sala de aula.
A metade das ocorrências são de reincidentes, e a maior evasão escolar ocorre entre os adolescentes de 14 a 17 anos. (…).
Outro destaque é para a eleição da OAB Subsecção de Socorro, para o triênio 2000/2001, que aconteceu no dia 16 de novembro daquele ano, em um artigo assinado pelo advogado José Benedito Ferreira.
Já as doações do rei Pelé ao empresário socorrense Dantinho, que divulgamos na edição passada – a camisa e a bola autografadas para serem arrecadados fundos para instituições da cidade ficaram hospedadas na Casa Irmo, e as entidades que manifestaram interesse foram: APAE Socorro, Vila São Vicente, Rotary Club e Lar Dom Bosco.

Compartilhar/Favoritos

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Você deve ser de logged em para postar um comentário.