Há 20 anos: edição de fim de ano trouxe entrevista com prefeito

A penúltima edição de 1998, de 23 de dezembro, nº 4.042, estava recheada com as fotos das formaturas das escolas municipais e particulares da cidade; além das decorações natalinas nas casas e prédios públicos que, naquele ano, foram enfeitadas com as luzes vindas da China, compradas por preços “módicos”. A edição de 24 páginas tinha custo de R$ 0,80.

Como matéria de capa, a entrevista em que o Prefeito Wandir faz um balanço das contas da administração, bem como justifica o atraso do pagamento do 13º salário dos servidores municipais. Naquela época, a Prefeitura contava com 551 funcionários.

Prefeito fala da situação financeira do município

O prazo para pagamento parcelado do 13º salário venceu no último dia 30 de novembro (1ª parcela). O senhor pretende fazer o pagamento do 13º salário dos servidores municipais em parcela única, e quando?

Determina a legislação vigente que o 13º salário seja pago até 30/11, parcelado ou no seu total. Porém por falta de recursos financeiros nos cofres municipais, ele ainda não foi feito até essa data. Houvessem os governos federal e estadual repassado à Prefeitura integralmente as cotas do F.P.M e I.C.M.S previstas em orçamento e esse compromisso teria sido cumprido até com certa folga. Tudo indica assim que o 13º salário só será pago em janeiro próximo, no início da arrecadação própria da Prefeitura. Antes disso, depende do comportamento da arrecadação municipal ainda neste final de ano. (…)

Destaca, ainda, em reportagem de duas páginas, o Título de Cidadão Socorrense que dr. Nelson Galvão de França recebeu no dia 14 de novembro.

Por fim, uma advocacia anuncia um importante novo serviço para a época: “Fim do sequestro e do trote. A segurança da sua privacidade. Instale em seu telefone um identificador de chamada, que identifica o nº do telefone antes de atender a ligação”.

Compartilhar/Favoritos

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Você deve ser de logged em para postar um comentário.