Hoje: Holambra

Seguindo o projeto de incentivar o turismo na região, hoje falaremos sobre Holambra! Com apenas vinte e oito anos de emancipação, a jovem Estância Turística reserva muitas histórias e pontos turísticos impressionantes. Conhecido como a “Capital das Flores”, o município é referência na produção e comércio de flores e plantas ornamentais. Sua fundação foi em 14 de julho de 1948 e a emancipação aconteceu em 27 de outubro de 1991.

Por que “Holambra”?

Em 14 de julho de 1948, o líder e idealizador do projeto de imigração, o Senhor J. Geert Heijmeijer oficializou as atividades de exploração e colonização, fincando uma pá simbólica no chão, dizendo a seguinte oração; “Deus, abençoe o nosso trabalho”. Formou-se a Cooperativa Agro Pecuária Holambra, cujo nome originou das iniciais Holanda, América, Brasil.

Vida nova

Quando chegaram ao Brasil, os imigrantes se depararam com um país totalmente diferente da terra natal. No início, a comunicação era feita através de sinais. Os nomes eram difíceis e os brasileiros não conseguindo pronunciar, colocaram vários apelidos e, como forma de entrosamento, bailes e atividades esportivas eram realizadas para brasileiros e holandeses conviverem juntos.

Em terras brasileiras, os recém-chegados trabalharam nas plantações, já que o projeto de trazer gado holandês puro de origem para a instalação de uma fábrica de laticínios não foi bem sucedido, devido à longa viagem, a vacinação contra a febre aftosa e outras doenças, fazendo com que muitos imigrantes partissem para a região Sul do Brasil.

Pontos turísticos

Holambra é conhecida principalmente por abrigar a maior festa de flores da América Latina – a Expoflora que atrai milhares de turistas a cada edição. Mas Holambra não é só flores! Dentre as principais atrações turísticas na cidade, o turista pode conferir a história da cidade, formação da colônia e todo o processo de imigração no Museu Histórico de Holambra, onde há implementos e maquinários agrícolas, réplicas das antigas moradias e demais itens.

Já no Moinho Povos Unidos, o visitante confere uma cópia fiel dos tradicionais moinhos holandeses que funcionam com a força dos ventos. Com 38,5 metros de altura, foi construído pelo arquiteto holandês Jan Heidra. O Grande Portal Turístico também foi construído inspirado nas construções holandesas, com tijolo à vista, janelas grandes e telhado inclinado.

Quem procura comércio de flores, o Gardencenter – Cidade das Flores é uma ótima opção, com seu grande leque de variedades.

*Com informações do www.circuitodasaguaspaulista.sp.gov.br/

Compartilhar/Favoritos

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Você deve ser de logged em para postar um comentário.