Hoje: Scilla e Tropea

Castello Ruffo – Scilla

Scilla e Tropea são cidades da região da Calábria, no sul da Itália. O casal Izac Lucas Ribeiro Junior (Juninho), de 33 anos, jogador de futebol, e Amanda Cezar Afonso, 27 anos, nutricionista, falam sobre a experiência que tiveram nesses lugares.

Scilla: Uma aldeia de pescadores muito charmosa, também conhecida como “Veneza do Sul”, dividida em duas praias principais – Marina Grande e Chianalea. A principal atração turística de visitação é o Castelo Ruffo de Scilla, que fica aberto todos os dias das 8h30 às 19h30, inclusive nos feriados. Cobram um preço simbólico de 2 euros. Também visitamos algumas pequenas igrejas na cidade e passeamos pelas vielas que são muito bem conservadas. Há bares e restaurantes ao longo do mar, nos quais se pode curtir as tardes ensolaradas e o mar cristalino, apreciando um bom spritz (bebida típica italiana).

Tropea: A cidade fica em cima de um penhasco, onde se tem uma vista esplêndida do mar. Os tons de azul da água são de deixar qualquer um maravilhado. A praia é de areia fina e branca, com águas tranqüilas. O Corso Vittorio Emanuele, a rua principal, é cheia de lojinhas de artesanato, butiques, bares e restaurantes com mesas ao ar livre. Visitamos o Santuário de Santa Maria dell’Isola, que fica no alto de um rochedo e é o símbolo de Tropea. Antigamente, o rochedo era uma pequena ilha (daí o nome do lugar, Santa Maria da Ilha), mas um terremoto e um tsunami ocorridos em 1783 fizeram com que o rochedo ficasse ligado ao resto da cidade. É praticamente obrigatório para quem visita Tropea fazer um bate e volta até Capo Vaticano, uma praia lindíssima, que fica a cerca de 10 km da cidade. De lá,nos dias de céu claro, é possível admirar a Sicília, o Etna (vulcão), o Estreito de Messina e até as Ilhas Eólias. Na gastronomia, destaca-se a cebola roxa de Tropea, renomada na Itália inteira por suas qualidades, doce e crocante, tanto que é até chamada de “ouro roxo da Calábria”. Sendo assim, ela é onipresente na preparação tanto de salgadas como de doces (experimentamos até sorvete de cebola roxa).

Ambas as cidades são muito bonitas, com paisagens incríveis, e com o típico charme italiano. De fácil acesso (fomos de trem) e pequenas distâncias, sendo assim possível passear e conhecer os principais pontos, em apenas um dia.

Participe! Compartilhe conosco sua experiência, entrando em contato pelo e-mail contato@jornalomunicipio.com.br

 

Compartilhar/Favoritos

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Você deve ser de logged em para postar um comentário.