Hoje: Serra Negra – “A Princesa da Serra”

Segue nossa missão de valorizar o turismo da região. Nesta edição, a cidade escolhida é Serra Negra, “a princesa da serra”, rodeada pela Serra da Mantiqueira e está localizada a menos de quarenta minutos da nossa Socorro. Muito procurada por motociclistas, por ser sede de vários eventos do segmento. Também é conhecida por suas empresas de água mineral, seu comércio, a fabricação de laticínios e a “Rota do Queijo”, responsável por atrair muitos turistas que podem usufruir de uma das maiores redes hoteleiras da região.

Fundada a 23 de setembro de 1828, por Lourenço Franco de Oliveira, a data também se refere a outro marco da cidade: a concessão de Capela Curada (paróquia) pelo Bispo Diocesano de Mogi Mirim, região a qual pertencia Serra Negra. Antes, as terras eram ocupadas por colonizadores; mas como habitação, somente após o ano de 1800. “Serra Negra” deve-se à cor de sua vegetação e também ao difícil acesso da região. O aventureiro bragantino Lourenço residiu no Bairro das Três Barras e propôs aos moradores a fundação da capela Nossa Senhora do Rosário do Rio do Peixe. Segundo a tradição, que pode ser conferida no site oficial da Prefeitura, a imagem da santa foi encontrada perto de um velho tronco de árvore e populares afirmavam que a Santa não queria sair dali, sendo a capela estabelecida naquele local. Em 1841, Serra Negra foi elevada a Freguesia; com a prosperidade do povoado, conseguiu a categoria de Vila e a criação de um município, a 24 de março de 1859 e em 21 de abril de 1885, Serra Negra recebeu a categoria de cidade.

Pontos turísticos

Nas alturas – O Alto da Serra, ponto mais alto da região está a 1.310 metros de altitude. Lá, é possível avistar mais de dez cidades, além de uma linda paisagem. Um pouco mais abaixo, a 1.080 metros, está o Monumento ao Cristo Redentor, no alto do Pico do Fonseca, inaugurado em 1952. A construção possui um total de 18 metros de altura. O teleférico é também uma ótima opção: com extensão de 1.400 metros e 68 cadeirinhas, o turista pode apreciar uma vista maravilhosa da cidade.

Lazer – Um passeio no Trenzinho Maria Fumaça leva o turista e sua família na Fonte Santo Agostinho e Fonte Santa Luzia. O percurso é de oito quilômetros e a duração é de cerca de cinquenta minutos. A 6 km do Centro, está o Macaquinhos Turismo: uma área para piqueniques e outras atividades de recreação e  que oferece a quem visitar, uma oportunidade de ver os macaquinhos que são criados no local. O acesso é pela Rodovia Serra Negra Amparo.

 

Compartilhar/Favoritos

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Você deve ser de logged em para postar um comentário.