Programa “Luz da Terra”, da CPFL, pretende beneficiar propriedades rurais que ainda não possuem o benefício, em 1996

 

O Município publica na edição nº 3.938, de 29 de novembro de 1996, o lançamento do programa “Luz da Terra”, pela CPFL, que pretende atender toda a demanda da região que ainda não possui o benefício.

CPFL lança Programa “Luz da Terra” e inaugura complexo Usina de Socorro – Parque Florestal

A CPFL – Companhia Paulista de Força e Luz lança no próximo dia 7, às 10 horas, na cidade de Socorro, o Programa de Eletrificação Rural – Luz da Terra que pretende levar energia elétrica a todos os produtores rurais do município. Na ocasião, a Paulista inaugura o complexo Usina de Socorro e Parque Florestal, que compreende 26 mil metros quadrados de mata natural, próxima à estrada do Ribeirão do Meio. Além do presidente Cesare Manfredi e da diretoria da Empresa, a solenidade de inauguração deverá contar com a presença do governador Mário Covas.

A Usina de Socorro é uma das mais antigas da CPFL. Foi construída em 1910 e operou até 1972 com uma potência instalada de 250 KVA. Nos últimos anos a Paulista se empenhou na reforma da usina, construindo casa de máquinas, subestação e barragem novas. Os equipamentos foram totalmente reformados, ganhando tecnologia moderna. Com repotenciação, a Usina Socorro passou a operar com uma potência instalada de 1.110 KVA.

A Paulista cedeu à Prefeitura de Socorro, em regime de comodato, toda a área anexa à usina. A mata natural com espécies raras poderá ser explorada turisticamente, através de visitas monitoradas. 

Luz da Terra

Das 2.750 propriedades rurais do município de Socorro, 2.542 possuem energia elétrica. Com o Programa de Eletrificação Rural Luz da Terra, a CPFL pretende atender toda a demanda da região que ainda não possui este benefício. O primeiro termo de adesão ao programa foi assinado no dia 8 de novembro, em Taiaçú (Regional de Araraquara). O lançamento seguinte foi no dia 25 de novembro, em Cássia dos Coqueiros (Ribeirão Preto) e dia 29, em Guararapes (São José do Rio Preto).

O Luz da Terra é coordenado e gerenciado pela Secretaria do Estado de Energia, através da CERESP – Comissão de Eletrificação Rural do Estado de São Paulo, da qual fazem parte representantes da CPFL, CESP e Eletropaulo. As prefeituras dos municípios do Estado estão sendo mobilizadas para atuar na organização da população rural interessada em eletrificar sua propriedade.

O programa deverá gastar aproximadamente R$ 200 milhões com as obras, dos quais 80% serão financiados pelo BNDES diretamente ao consumidor; 15% virão da comunidade e beneficiários e 5% das concessionárias. As concessionárias de energia colocarão mais 20% de recursos próprios, em especial na construção das linhas troncos para ajudar a resolver a situação dos moradores em condição de comprovada pobreza. Numa primeira fase serão realizadas 30 mil ligações, em todo o Estado.

Como participar do Programa

O proprietário rural interessado em participar do Luz da Terra deverá procurar os locais de cadastramento, como por exemplo: a CPFL de Socorro, Nossa Caixa, Casa da Agricultura, sindicatos, cooperativa e as unidades móveis da CPFL.

Compartilhar/Favoritos

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Você deve ser de logged em para postar um comentário.