A Santa Casa de Socorro na História da Cidade

Vilma de Oliveira Santos Simões
Pela Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Socorro

O aniversário de Socorro, comemorado nesta semana, no dia 9 de agosto, bem próximo ao Dia da Padroeira – dia 15 de agosto –, nos induz a uma reflexão sobre esta pequena cidade, naquilo que ela oferece de bom, de nem tão bom e até daquilo que não consegue oferecer à sua população. Sem dúvida, deixando de lado o bairrismo característico de todos os socorrenses, as qualidades da aniversariante superam, em muito, suas deficiências, principalmente se pensarmos na sua localização geográfica, nas qualidades do clima e da água, na topografia que nos privilegia com lindas paisagens, nas suas inúmeras cachoeiras e extensa zona rural de solo fértil.

Coloco, ainda, como ponto positivo, a excelência das escolas, as várias instituições filantrópicas, clubes sociais e de serviço, o comércio local que supre as necessidades da população, hotéis e pousadas que chegam a ser insuficientes em algumas ocasiões e o seu povo de fé.

Teria tantas outras coisas a citar, mas, nesta oportunidade, quero mais é falar de uma instituição centenária, que presta serviços aos socorrenses e moradores da região, “sem nunca ter fechado suas portas, desde sua fundação, há 108 anos”. Falo da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Socorro, chamada, também, de Hospital Dr. Renato Silva, nascida quando Socorro tinha apenas 80 anos.

Falo da importância que teve- e continua tendo –  na construção da história da cidade, enquanto faz a sua própria história; tendo como missão prestar assistência às pessoas de forma a aliviar a dor e diminuir o sofrimento, com dedicação e solidariedade, valorizando a vida, esta Santa Casa tem como meta ser reconhecida como hospital de referência regional de média e baixa complexidade, priorizando a humanização, o compromisso social e a excelência ética.

A instituição mantém 67 leitos em funcionamento, nas áreas de clínica médica, cirúrgica, obstétrica e pediatra, e conta, também, com serviço de Pronto-Socorro, exames complementares, serviço de ambulância UTI e, agora, uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em fase final de construção.

Possui um quadro de 111 funcionários nas diversas áreas de atuação, um corpo clínico com 25 médicos distribuídos em várias especialidades, além de 2 fisioterapeutas, 1 farmacêutico, 1 nutricionista e 2 bioquímicos.

Hoje, a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia é constituída por 39 irmãos e uma diretoria composta por provedor, vice-provedor, 1º secretário, 2º secretário, tesoureiro, procurador e conselho fiscal com 3 conselheiros e 3 suplentes. Possui, ainda, uma Comissão de Acompanhamento de Negociações, uma Comissão de Controle de Qualidade de Atendimento e conta com o auxílio administrativo e jurídico de escritório de advocacia da cidade.

Fico pensando em quantos socorrenses, de nascimento ou de coração, se empenharam para que ela atravessasse o século, sempre crescendo, sempre procurando realizar o seu melhor no atendimento, enfrentando muitas dificuldades, principalmente financeiras.

Fico pensando em quantas pessoas trabalharam nesta Santa Casa, voluntários ou contratados… Em quantos nasceram na Maternidade, construída algumas décadas depois, mas que já beira seus 70 anos, pouco mais ou pouco menos.

E agora, quando Socorro completa seus 188 anos, a Santa Casa de Socorro, no alto do morro, marca presença como um hospital “de cidade grande”, com a construção do prédio da UTI, numa parceria com a Prefeitura, para poder oferecer mais um atendimento para os socorrenses e região, nos casos de maior complexidade.

Por isso, nesta semana de festas, a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Socorro agradece a todos os profissionais, funcionários, autoridades, empresários, clubes de serviços e sociais e a tantas pessoas generosas que, de alguma maneira, são corresponsáveis por podermos apontar,  como ponto positivo de 1ª ordem, nossa maior instituição de saúde do município que, longe de ser perfeita, faz o que consegue para continuar aberta ao atendimento dos que a ela recorrem.

Parabéns, Socorro! Parabéns, Santa Casa! Que nossa Padroeira, a Senhora do Perpétuo Socorro, derrame sobre todos, infinitas bênçãos!

Compartilhar/Favoritos

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Você deve ser de logged em para postar um comentário.