Ser professor é ter o dom de entender o ser humano com todos os seus erros e acertos, ressalta Andréa Tafner

No próximo dia 15 de outubro será comemorado o Dia do Professor, profissão considerada como uma das mais importantes e, ao mesmo tempo, pouco valorizada. Neste ano, para falar sobre os prazeres e desafios de ser um professor, entrevistamos Andréa Ferrari Tafner, formada em Ciências Físicas e Biológicas pela Universidade São Francisco , Campus de Bragança Paulista, que começou sua carreira no dia 17 de março de 1986.

“Entrei pela primeira vez numa sala de aula como professora, substituindo uma licença saúde. Em seguida, foram várias substituições nas escolas estaduais de Socorro. Ao longo do tempo, somando pontos e tempo de serviço, fiquei por 14 anos na EE Narciso Pieroni. Em 2007, por Concurso Público, efetivei-me em uma escola estadual, no município de Mairiporã/SP e, no ano seguinte, na EE José Franco Craveiro, onde fiquei até janeiro de 2017. Atualmente, sou professora de Biologia no Instituto de Ensino XV de Agosto”, relata Andréa.

O que a levou a optar pela carreira de professor?
Na verdade, foi meio por acaso, pois optei pelo curso de Biologia por gostar muito da matéria, durante o Ensino Fundamental e Médio e por admirar a maneira como a professora Maria Aparecida Tinti Ferreira  passava um conteúdo tão importante. Não tinha muito claro que seria professora, já que a área oferece várias opções, mas sabia que não queria sair de Socorro para trabalhar; então, desde o primeiro dia, tive certeza de que era o caminho que percorreria.

No dia 15 de outubro celebramos o Dia do Professor. Há o que comemorar?
Há, sim, o que comemorar! Essa carreira requer tanto esforço, perfil, dedicação, amor às pessoinhas a nós confiadas, estudo e renúncias, que aqueles que permanecem devem ter reconhecimento, festas e comemorações.

Quais os prós e contras de ser professor, hoje, no Brasil?
Prós: Ser professor, hoje, no Brasil é ter a oportunidade de construir junto com os alunos, uma consciência de valores, conduta e conhecimento, na esperança de um futuro melhor.
Contra: Brigamos contra inversão de valores, salários  que não condizem com a responsabilidade e formação, leis que favorecem o “jeitinho brasileiro” , falta de interesse dos alunos e briga com a tecnologia, que é muito mais atraente que a escola.

Como é o dia a dia?
O dia a dia de um professor é uma tarefa diferente de outras profissões, porque nossa matéria prima é o ser humano e, sendo assim, cada dia é único. Lidamos com os nossos horários apertados, dividindo-nos entre família e escola. Não podemos nos atrasar em alguns minutinhos, trabalhamos com hora-aula , o sinal toca e a aula começa. Nossas salas não são como nos filmes, nas quais as crianças estão sentadas, ouvindo e esperando sua vez de falar; pelo contrário, são lotadas de alunos com diferentes personalidades, nem sempre educados, nem sempre estando ali para “estudar”, sendo, assim, um desafio que o professor enfrenta, buscando sempre alternativas que se tornem atraentes e diminuem o estresse físico e mental aos quais somos submetidos.

Para quem deseja seguir essa carreira, o que você recomenda?
Com todos os prós e contras, eu encorajo as pessoas que tenham vontade de exercer a profissão, pois só tenho gratidão a ela. Aprendi e aprendo todos os dias, sinto um enorme prazer em ver ex-alunos realizados, bem sucedidos profissionalmente e cidadãos de bem.
Alguém sempre vai ter que fazer esse papel, não tem como acontecer uma formação sem um professor. Trabalhem com amor, dedicação e  tratem  seus alunos  como vocês gostariam que tratassem  seus filhos ou pessoas queridas. Analise sua atuação em sala de aula, com olhar de quem tem o dever de ser exemplo.

Mensagem
“Ser professor é diferente de estar professor!
Estar professor é fazer desse sacerdócio um simples “emprego”, cumprir hora, não se comprometer e nem “vestir a camisa” com o objetivo único da remuneração ao final do mês.
Ser professor é ter o dom de entender o ser humano com todos os seus erros e acertos, procurando fazer dele um futuro adulto comprometido, responsável e crítico, o que vai muito além de descrever conteúdos.
Amo esse desafio diário de entrar nas salas e desvendar os olhares de cada um dos alunos, vibrando com os sorrisos, as expressões de alívio quando conseguem entender e até as interrogações enormes que se formam nas testas, quando aparecem as dúvidas.
Parabenizo todos os meus colegas de profissão e desejo saúde e persistência!
Minha eterna gratidão a todos os professores – seriam muitos os nomes a citar -, que fizeram a diferença na minha vida e são inesquecíveis!”, finaliza Andréa

 

Compartilhar/Favoritos

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Você deve ser de logged em para postar um comentário.