A.A. Socorrense viaja para Ribeirão Preto em 1922

Leitura obrigatória

Em números avulsos de nosso jornal, na edição nº 14, de 15 de janeiro de 1922, uma notícia esportiva chama a atenção: a AAS viaja para Ribeirão Preto, e vai acompanhada de autoridades. Quanto tempo será que levou, para chegar àquela cidade?

A.A.Socorrense vs. Commercial F.C de Ribeirão Preto

Promete se revestir de grande brilhantismo o encontro que se realisará hoje entre a A. A. Socorrense e o valoroso Commercial F. C. de Ribeirão Preto, em disputa do penúltimo jogo do Campeonato do Interior promovido pela Associação Paulista de E. Atheticos.

O quadro socorrense tem se submetido a rigorosos treinos, afim de enfrentar com galhardia a afamada representação do “Leão do Norte”.

Esse encontro vem despertando grande enthusiasmo, nas nossas rodas esportivas, motivo que bem explica o numero de torcedores que hontem seguiram para Ribeirão Preto.

São as seguintes as pessoas que embarcaram hontem para Ribeirão Preto: Coronel Olympio Gonçalves dos Reis, Prof. Plinio Guimarães de Almeida, Cap. João Pedro Ferreira Junior, Dr. J. Costa Sobrinho, Ernesto Teixeira, Cap. Damiro Vita, Cel. A. Ramalho Junior, Eurico Camargo, José Piffer, R. Bafero, Sebastião Ferraz, Antonio G. Dantas, Luiz da Costa Sobrinho e outros.

O quadro da A. A. Soccorrense está assim organizado:

Nunes

Carlo – Romeu (Cap.)

Guimarães – Joaquim – China – Oswaldo – Santoro – Italino – Florindo – Americo

Reservas: Raul e Peres.

– Devido um bloco de terra que cahiu na linha, perto da estação de “Dr. Carlos Noberto”, o primeiro trem esteve com um atrazo de 5 horas. Os nossos jogadores e comitiva, seguiram em trem especial de Jaguary em diante.

Artigo anteriorAlmoço comemorativo em 1955
Próximo artigoHaja coração!!
- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias