A Turma Lá de Casa volta a fazer sucesso, na década de 90  

Leitura obrigatória

O Grupo Teatral A Turma Lá de Casa, que iniciou seus trabalhos nas décadas de 30 do século passado, renovou-se depois de muitos anos parado, com nova direção, atores e peças, uma nova turma, com o mesmo nome, na década de 80, que anuncia a estreia da peça O Noviço, para novembro de 1990, conforme informação publicada na edição 3.631, de 1 de setembro de 1990.

A Casa da Turma

O grupo teatral “A TURMA LÁ DE CASA” escolhe novo texto para ser levado a público, em novembro. O texto escolhido é: “O NOVIÇO” de autoria de Martins Pena. A peça retrata as aventuras e peripécias de um noviço que não queria ser noviço, escolhido por ser uma comédia extremamente envolvente, tanto para o público como para os integrantes do grupo, haja vista que há quatro anos o grupo tem apresentado somente dramas.

Como nós temos somente dois meses para a montagem da peça, tomamos o máximo de cuidado na escolha do elenco, apesar de termos tido algumas perdas de pessoal, não cabendo à direção do grupo julgar as razões – se justas ou não.

Escolhida a peça, o grupo partiu para a segunda etapa, que é a escolha do diretor de cena. Escolhido o diretor, vem a definição do elenco, que totaliza 10 personagens.

Este artigo visa pura e simplesmente à promoção e divulgação da atividade teatral em nossa cidade. Em momento algum, os membros do grupo teatral “A TURMA LÁ DE CASA”, durante estes nove anos em que a nova geração do grupo vem atuando, visaram à promoção pessoal de seus integrantes.

Mas somos sabedores de que, em uma cidade como a nossa, onde todos se conhecem, talvez a melhor forma de promover o grupo seja justamente promovendo os componentes que o integra; por isso vamos falar do trabalho e da vida teatral de cada um, começando por JOSÉ OTÁVIO CONTI (diretor). Iniciou sua vida teatral nos tempos de escola, ganhou experiência e partiu para alguns trabalhos mais arrojados. Foi convidado a integrar o grupo teatral “A TURMA LÁ DE CASA” em 1985 e já atuou em 6 peças, de lá para cá, tanto como ator (04 peças) e como diretor (02 peças). Extremamente pontual e dedicado naquilo que faz, JOSÉ OTÁVIO encara o trabalho que terá como diretor de cena, um desafio a ser vencido pelo grupo, pois acha muito mais fácil fazer uma platéia chorar, como por exemplo em “UMA ESPERANÇA DE LIBERDADE” ou “ABRAÃO E SARA”, do que fazer uma platéia rir, no caso da peça “O NOVIÇO”.

GRUPO TEATRAL “A TURMA LÁ DE CASA”.

- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias