Associação dos Cafeicultores e Verde Novo firmam parceria

Leitura obrigatória

A Associação Ambientalista Copaíba formalizou importantes parcerias durante esta semana, para o Verde Novo e atraiu novos parceiros na preservação da Mata Atlântica. Esta semana, duas novas instituições se tornaram parceiras do Verde Novo, a Associação dos Cafeicultores de Socorro (ACAS) e o Departamento Municipal de Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente da prefeitura de Monte Sião-MG.

O encontro com os membros da ACAS ocorreu na manhã de sábado, 15 de junho, na sede da Copaí-ba, e serviu para formalizar a parceria que já havia sido apresentada aos cafeicultores da ACAS, durante uma das reuniões da associação.Participaram da reunião a secretária executiva da Copaíba e coordenadora do Verde Novo, Flavia Balderi, a coordenadora da restauração florestal, Ana Paula Balderi, o presidente da associação, David Tassara, sete produtores associados e o consultor do Sebrae, Flávio Soares.

Durante a reunião, Ana Paula apresentou um projeto de plantio que está sendo elaborado para uma das propriedades de café. “As decisões são tomadas em conjunto, visando atender às necessidades de cada propriedade, conciliando com a recuperação das áreas de preservação e áreas produtivas. É possível o equilíbrio da conservação e da produtividade na propriedade”, destacou Ana Paula.

Segundo o presidente da ACAS, David Tassara, os cafeicultores estão em processo de melhoria da produção do café, com a consultoria do Sebrae, e a parceria com o Verde Novo vai ao encontro dessa ação. “Encontramos na Copaíba uma ONG séria e extremamente comprometida com o que faz e essa parceria vem contribuir para produzir o café de forma sustentável, adequar as áreas ao novo Código Florestal e recuperar o entorno das minas”, destacou. Ainda de acordo com Tassara, todas essas ações também fazem parte do processo de melhoria da produção do café. A ACAS possui 20 cafeicultores associados.

Além do plantio de mudas, a Copaíba ganhou outro benefício com essa parceria: os produtores abriram suas propriedades para a instituição fazer a coleta de sementes, o que contribui para a variação na produção de mudas de espécies nativas. “A coleta de sementes em diferentes matas garante a diversidade genética das nossas mudas produzidas no viveiro e é a partir dessas mudas, com qualidade, que estamos restaurando as áreas do Verde Novo e de outros projetos”, complementa Flávia.

O Verde Novo, desenvolvido pela Copaíba e que conta com patrocínio da Petrobras, por meio do programa Petrobras Ambiental, será executado nas propriedades da ACAS para recuperar as Áreas de Preservação Permanente (APP), que se localizam em torno de nascentes e cursos d´água, e topos de morro, visando a conservação desse bem, dentro da propriedade.

Os produtores de café estão realizando o pré-cadastro e em seguida, a equipe da Copaíba visitará as propriedades para elaboração do projeto técnico. Nessa fase é possível analisar a área e calcular a quantia de mudas para os plantios, que deverão começar em setembro.

 

- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias