Atendimento do 190 da Polícia Militar é centralizado em Campinas

Leitura obrigatória

Desde a última segunda-feira, dia 16, as ligações para o telefone 190, da Polícia Militar, originadas em Socorro e outras cidades da região, estão sendo atendidas pelo COPOM de Campinas. De acordo com a Assessoria de Imprensa da Polícia Militar, tal regionalização visa o recebimento das ligações de emergência dos 38 municípios, abrangidos pela circunscrição de polícia ostensiva do Comando de Policiamento do Interior Dois, assim como o despacho, comunicação com as viaturas, de ocorrências ao policiamento desses locais. “O COPOM encontra-se situado à Av. João Jorge, 499, Vila Industrial, Campinas, juntamente com a sede do CPI-2, não havendo nenhum atraso, pois, pela tecnologia em uso, o atendimento e a comunicação com os policiais ocorrem de forma imediata, independentemente do local físico”, informa a nota enviada ao jornal.

Além disso, a Polícia Militar destaca que, em muitos municípios, havia apenas um policial e um telefone para atender à demanda de emergência 190, e a regionalização engloba: integração em informações e prestação de serviço à comunidade; troca de conhecimento e auxílio mútuo com a facilidade de padronização de processos; incentivo à novas integrações como com Bombeiros 193, SAMU 192, GM 153 etc.; segurança das informações: gravação dos atendimentos e rede rádio digital; segurança das instalações com intragov redundante, telefonia, nobreak, gerador; geração de relatórios e comprovação da produtividade individual, por OPM (Organização Policial Militar), por ocorrência, etc.; manutenção e aquisição de equipamentos por órgãos técnicos via CPD (Centro de Processamento de Dados da Polícia Militar) e CSM/MTEL (Centro de Suprimento e Manutenção de Material de Telecomunicações) para Copom regionalizado, possibilitando, inclusive, a troca de conhecimento entre os demais Copom do estado.

Como o atendimento vai funcionar?
O atendimento da ligação ocorre de forma automática, sempre que um atendente está disponível; a ligação é rastreada e, em alguns casos, é possível inclusive saber o endereço do solicitante, além do registro dos logradouros serem por ruas/pontos de referência ou CEP, tudo registrado e gravado.
Os policiais são treinados para atender a qualquer solicitante do estado de São Paulo, podendo, inclusive, ser realizadas manobras de contingenciamento, visando a prestação ininterrupta do serviço. Ocorrem, além do número de emergência 190, o 911 e 112, sendo o estado de São Paulo o primeiro estado a seguir padrões internacionais de prestação de serviços de emergência, inclusive com policiais capacitados para atender no idioma inglês e na capital e região metropolitana, em outros idiomas, além do inglês.

Algo mais?
A Regionalização possibilita seguir padrões de atendimento de qualidade, pois utiliza softwares e hardwares de prestação de serviço no atendimento de emergência, e na comunicação com os policiais que estão nas ruas, realizando o policiamento preventivo/ostensivo, o que se torna inviável quando o atendimento é realizado de forma descentralizada.
Esta medida objetiva melhorar o atendimento ao usuário do serviço de emergência 190 da Polícia Militar, reduzindo eventuais esperas e proporcionando retorno rápido e seguro. A medida está valendo desde o dia 16 de outubro, de forma permanente. É importante destacar que os 38 municípios que estão sob a circunscrição territorial do Comando de Policiamento do Interior Dois, fazem parte do que se convencionou chamar de “regionalização do serviço 190”, dentro da política institucional de oferecer serviços cada vez com maior qualidade ao cidadão.
A cidade de Socorro, por exemplo, que contava com apenas um policial para atender à demanda de emergência, agora conta com toda uma estrutura técnica e integrada a outros órgãos, agilizando os atendimentos e o envio de viaturas, quando necessário.

Plantão da Delegacia em Serra Negra
Já há algum tempo, as ocorrências atendidas aos finais de semana, feriados e período da noite, estão sendo encaminhadas para a Delegacia de Serra Negra. Entramos em contato com a Assessoria de Imprensa da Polícia Civil, que explicou o motivo desta medida. “A Polícia Civil de Socorro comunica que o fechamento das delegacias em feriados, finais de semana e durante o período da noite é uma forma de concentrar o atendimento nos plantões regionalizados na área da Delegacia Seccional de Bragança Paulista, em razão à diminuição da demanda, durante esses dias. As delegacias ganham celeridade nos atendimentos à população e mais eficiência na prestação de serviços, possibilitando a imediata liberação das guarnições policiais da Polícia Militar e da Guarda Municipal, e o retorno breve ao patrulhamento e atendimento de ocorrências. Em Socorro, nos últimos cinco meses, apenas 3 prisões em flagrante delito foram lavradas no plantão regional de Serra Negra”, informou a nota, completando. “Esses plantões são formados com toda a estrutura de pessoal e administrativa. Em Serra Negra, se concentrarão os atendimentos das ocorrências de emergência (flagrantes delitos) das cidades de Amparo, Lindoia, Águas de Lindóia, Socorro e Monte Alegre do Sul. A maioria das demais ocorrências é elaborada durante os expedientes das delegacias, pela Delegacia Eletrônica ou pela Polícia Militar, de acordo com a Resolução SSP 57/2015. Os delegados de polícia das cidades da região responderão nos plantões regionalizados pelas ocorrências emergenciais (flagrantes delitos)”.

Artigo anteriorFim de tarde
Próximo artigoEdição de 27/10/2017
- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias