Atestado de Óbito do Corinthians é relembrado

Leitura obrigatória

Na coluna Blá-Blá, da edição nº 2678, de 26 de março de 1977, a homenagem foi feita para atingir especialmente alguns corintianos.

Blá-Blá
O Blá-Blá de hoje é um atendimento a pedido feito, para publicação de um ATESTADO DE ÓBITO, oferecido a família corintiana em geral e aos irmãos Martins, família Paiva, Benedito Abrahão e Pádua Andrade em particular.

ATESTADO DE ÓBITO
DISTRITO: Beira Rio
MUNICÍPIO: Porto Alegre

Certifico que sob nº 20, às folhas 1954-1976, no livro nº 22 ANOS, de Registro de Óbitos, encontra-se o assento do SPORT CLUB CORINTHIANS PAULISTA, falecido a 12/12/1976, em PORTO ALEGRE, no ESTÁDIO BEIRA RIO, de sexo MASCULINO, de cor PRETA E BRANCA, profissão SOFREDOR, natural de SÃO PAULO, onde nasceu à AVENIDA MARGINAL, s/nº, com 22 ANOS DE ESPERA, estado civil casado com a derrota, filho de VICENTE MATEUS e da FIEL TORCIDA.

Foi declarante FREDERICO BALVE (Presidente do Internacional). Atestado de Óbito firmado pelo bandeirinha VALQUIR PIMENTEL, que deu como causa mortis os gols de VALDOMIRO e DARIO e o sepultamento foi realizado no dia 13 DE DEZEMBRO de 1976, às 16 HORAS, no PARQUE SÃO JORGE, em SÃO PAULO.

OBSERVAÇÃO: O extinto deixou os filhos TOBIAS, ZÉ MARIA, MOISÉS, ZÉ EDUARDO, VLADIMIR (CAÇULA), RUSSO, GIVANILDO (ADOTIVO), VAGUINHO, NECA, GERALDO E ROMEU.
Não deixou bens mas uma porção de DÍVIDAS.
BLABLA-DOR

Municipio 90 ANOS - 2013-04-05

- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias