Canais de TV ficaram fora do ar em 2004

Leitura obrigatória

A edição de 7 de maio de 2004, (ano 82), traz como manchete o protesto da população contra canais de TV fora do ar. Após uma denúncia de irregularidades, fiscais da Anatel lacraram os transmissores de todos os canais com exceção da Cultura e Bandeirantes, que estavam ajustados. Quem não tinha antena parabólica, ou canais por assinatura ficou sem ver, por exemplo, as novelas da Globo, sendo essa, posteriormente, a primeira emissora a voltar ao ar.

Outro destaque foi à realização do primeiro leilão em prol ao Hospital de Câncer de Barretos, organizado por João Pinhoni e voluntários, no dia 16 de maio, no Bairro Pereiras. Na mesma edição, José Mário apresentava-se como pré-candidato à reeleição, e o CEMEP/SENAI inaugurava sua nova sede à Rua Marechal Deodoro, 8, no Centro da cidade.

Artigo anteriorEdição 31/07/2020
Próximo artigoVisita do Governador
- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias