Cidades da Rota Romântica

Leitura obrigatória

Nesta semana, a Coluna Pelo Mundo fala de uma viagem técnica feita pelo vice-prefeito Edelson Cabral Teves às cidades que compõem a Rota Romântica, no Rio Grande do Sul.

Ida ao Sul do Brasil

O projeto Rota Romântica, administrado pela Associação dos Municípios da Rota Romântica, cujo diretor-presidente é o empresário Cláudio José Weber, engloba 14 cidades localizadas entre a planície do Vale dos Sinos até o Planalto da Serra Gaucha, a 40 km de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, roteiro considerado irresistível pelos turistas que passam por aquela região, onde a cultura alemã e o clima europeu prevalecem.

São Leopoldo, Novo Hamburgo, Estância Velha, Ivoti, Dois Irmãos, Morro Reuter, Santa Maria do Herval, Presidente Lucena, Linha Nova, Picada Café, Nova Petrópolis, Gramado, Canela e São Francisco de Paula são as cidades que compõe a Rota Romântica, todas visitadas pelo vice-prefeito de Socorro, Edelson Cabral Teves, a convite da AMRR – Associação dos Municípios da Rota Romântica e de empresários locais.

A ida ao Sul pelo vice-prefeito foi realizada em retribuição a uma visita feita pelas autoridades políticas e empresários gaúchos, que estiveram em Socorro e região, em caravana, no mês de março de 2013, nas cidades do Circuito das Águas – Águas de Lindóia, Amparo, Holambra, Jaguariúna, Lindóia, Monte Alegre do Sul, Pedreira, Serra Negra e Socorro. Na oportunidade, conheceram as opções do turismo local, apresentado como “Destino Apaixonante” e com atrações em todas as cidades, durante o ano.

Além das pesquisas, estudos e reuniões realizadas pelo vice-prefeito Edelson nas cidades da Rota Romântica, alguns fatos realmente chamaram atenção, diz ele, como a rua coberta de Nova Petrópolis, o Moinho no Parque Municipal de Picada Café, onde se estabelece a Sede da AMRR, o turismo de aventura, as empresas de confecções de malhas, cervejas artesanais, bombeiros voluntários, sediados em Picada Café que, a propósito, tem à frente o comandante Vilson Valmor Kock, mais seis bombeiros efetivos e vinte e cinco voluntários, um projeto interessante e que poderá ser instalado em Socorro, uma vez que o município terá proximamente a sua unidade do Corpo de Bombeiros.

Edelson declarou-se deslumbrado pela Rota Romântica dos gaúchos, por seus atrativos, valores culturais, preservação da cultura germânica, natureza pródiga e bela, festas típicas e coloniais, shows com grupos folclóricos, e principalmente pela estrutura oferecida aos turistas, com hotéis requintados, culinária refinada, além de hospedarias familiares e coloniais. Na verdade, são 17 mil leitos e cerca de 600 restaurantes à disposição, o ano inteiro, destaca Edelson.

“Não fui ao Sul a passeio, embora fosse muito bom fazê-lo, já que a Rota Romântica é extremamente reconfortante e de total recuperação, para qualquer cidadão que, no seu cotidiano de trabalho, chegue ao estresse”, garante Edelson. “Estive nessas cidades, visitando prefeitos, secretários de turismo e empresários do setor, buscando uma troca de experiências, passando a eles relatos dos projetos turísticos em execução e a executar em nossa região, e conhecendo os projetos locais e experiências turísticas, desenvolvidas por aquela região, nos últimos anos”, destaca.

E já fora da Rota Romântica, Edelson teve a oportunidade de viajar até Bento Gonçalves, no Vale dos Vinhedos, para conhecer o desenvolvimento do Enoturismo, local visitado em média por 300 mil pessoas/ano. O Vale abriga mais de 30 vinícolas de diferentes portes, empresas com histórico familiar até grupos empresariais.

Mesmo Bento Gonçalves não tendo um foco de turismo como as cidades que integram a Rota Romântica, “pude conhecer os sistemas, a organização, o planejamento, a estruturação e cronogramas inteligentes em suas ações, constatando a herança italiana positiva deixada naquela cidade, desde 1875”, finalizou.

Ao final, ficou programado para o próximo mês de maio, a vinda de autoridades políticas e empresários sulistas para Socorro e cidades que integram o Circuito das Águas, seguindo, assim, o programa de intercâmbio entre a nossa região, nossas propostas, produtos e empreendimentos, e os deles. Em Socorro, o foco centrado e já anunciado por eles será o conhecimento dos nossos projetos, experiências e conquistas nas ações da acessibilidade, os quais a AMRR pretende implantar a médio e longo prazo, nas cidades da Rota Romântica.

- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias