Com todo o efetivo policial nas ruas, Carnaval termina sem graves ocorrências

Leitura obrigatória

Visando total segurança dos foliões durante os quatro dias de carnaval em Socorro, a Guarda Civil Municipal colocou todo seu efetivo em uma operação estratégica. Entre os dias 9 e 12, a GCM não registrou nenhuma ocorrência grave no ambiente da festa. Por noite, trabalharam 35 GMs, em todos os ambientes da festa (ruas Campos Salles e Treze de Maio e praças Matriz e Nove de Julho), para garantir tranquilidade aos cidadãos socorrense e turistas.

“O esquema de segurança foi eficiente, pois em todo o período ficou evidente a importância do policiamento preventivo, evitando a presença de desordeiros”, disse José Orlando Mucciacito, comandante da Guarda Civil Municipal. A corporação também manteve viaturas, ambulâncias e rondas em pontos estratégicos nas ruas por onde passou o desfile, sendo que, ao término, eram deslocadas para a Praça da Matriz.
A GCM também apoiou a fiscalização no combate ao consumo de bebida alcoólica por menores e permanência de pessoas com bebidas em garrafas de vidro na via pública.

Polícia Civil e Militar

Além do trabalho da Guarda Municipal, a Polícia Civil, por meio do delegado dr. Alexandre Ortiz das Neves, disponibilizou uma unidade móvel que serviu de base para os guardas municipais, além de permanecer com a delegacia aberta, durante todos os dias de festa. “Tivemos um Carnaval tranquilo, sem ocorrências mais graves. Resumindo, tivemos um preso em flagrante, 5 casos de lesão corporal, proveniente de brigas, um caso de estelionato, 4 de desacato, entre eles um contra agentes da Vigilância Sanitária, 3 ocorrências de porte de entopecentes, entre eles um envolvendo adolescentes, e um acidente sem vítima, em decorrência do uso de bebidas alcoólicas”, afirma o delegado.

Para o investigador da Polícia Civil, Vagner Preto, o baixo número de ocorrências de deve tanto pelo esquema de segurança no Carnaval, quanto pela conscientização da população, principalmente com relação à combinação entre bebida alcoólica e direção. “Tivemos muitas vans que saíram daqui para outras cidades, evitando esta combinação, que pode causar muitos acidentes”, diz ele. A Polícia Militar também participou da operação e contribuiu para a segurança do evento, trabalhando com todo o seu efetivo, todos os dias.

Fiscalização e Vigilância

A operação especial montada pela Comissão Organizadora do Carnaval 2013 de Socorro, também contou com o trabalho do Departamento de Fiscalização e da Vigilância Sanitária. Durante as quatro noites, ambas as equipes permaneceram de plantão e realizaram averiguações.

Segundo o diretor do Departamento de Fiscalização, Marcelo Fratini, a operação foi positiva, sendo realizada a interdição de apenas um estabelecimento, por falta de alvará. Recipientes de vidro, spray líquido, serpentina metalizada, entre outros, também foram impedidos e fiscalizados.

- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias