CP Ravelli termina com socorrenses no pódio

Leitura obrigatória

BIKE - Ravelli 3 xxNo último domingo, dia 13, aconteceu a última etapa do GP Ravelli de Mountain Bike, com a participação de vários atletas de Socorro e região.
O GP Ravelli é considerado uma das provas mais difíceis do circuito Brasileiro de MTB e é dividido em duas categorias (Sport e Pró) e os socorrenses Anderson Silva, Alexander Paul, Fabricio Vitaleitet, João Vitor Fruchi, Leonardo Bortolaço, Lucas Ferreira e Marcos Paulo Viana fizeram bonito, representando a nossa cidade.
Na categoria Sport tivemos a vitória de Lucas Ferreira (atleta Adventure Bikers), e na categoria Sport João Vitor Fruchi acabou a prova em 5º lugar e conquistou a 3ª colocação geral no campeonato.
Na categoria Pró, os atletas Alex, Fabricio, Leonardo e Marcos foram além de seus limites, para terminarem a prova. “A prova foi dura, muitos trechos de lama por causa das fortes chuvas da semana passada, e muitos lugares onde não conseguíamos pedalar, apenas conseguíamos empurrar as bicicletas, tornando a prova ainda mais complicada”, afirma Marcos Viana (7º colocado em sua categoria).

Superação por meio do esporte
BIKE - Ravelli 1 xxEstreando na categoria PNE, Anderson Silva terminou a prova em primeiro lugar. Segundo o atleta, o esporte ajudou a superar todas as dificuldades que vieram há cinco anos, após sofrer um acidente. “Já andava de bicicleta pela cidade, mas nunca pensei em ser atleta. Depois do acidente perdi os movimentos do braço direito e ainda corria o risco de ter dificuldades em andar, por causa de uma fratura no quadril”, lembra ele
Anderson conta que foram muitas as dificuldades que enfrentou, mas, dois anos depois, voltou a andar de bicicleta, ainda com a tipoia e, graças ao incentivo do amigo Danilo, ele começou a praticar o Mountain Bike. “Pensei que seria uma boa ideia! Adaptei a tala que o médico me fez, para dar mais segurança na bicicleta e comecei a treinar. Pedalava aos finais de semana e, com isso, recebia mais incentivos, fui pegando confiança e força”, diz o atleta, destacando que esporte lhe fez tão bem quanto a fisioterapia.
No início do ano, tentou uma prova em Pinhalzinho, mas foi no GP Ravelli de MTB, em Monte Alegre, que foi recompensado. “Já esperava um bom resultado, mas não o primeiro lugar, ao lado de profissionais. Só tenho a agradecer a todos que me apoiaram: o Danilo Betini e o Juliano Mori, que deram o pontapé inicial; a Equipe Bike Sem Destino; a Equipe Morro Acima e os patrocinadores Luiz Antonio Fernandes e Glênio Bosnic Cardoso. Espero que, desta forma, outras pessoas que passaram pela mesma dificuldade pela qual passei se inspirem, e percebam que, com esforço e apoio dos amigos e familiares, nada é impossível”, encerra Anderson, que já conta com o apoio da Adventure Bikers para passar pelas quatro etapas do GP Ravelli do próximo ano, que contará, também, com a participação garantida dos atletas socorrenses.

- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias