Em Socorro, em 1996, das 2750 propriedades rurais, 2542 já possuíam energia elétrica

Leitura obrigatória

Na edição nº 3.939, de 5 de dezembro de 1996, O Município publica em matéria de capa, a inauguração do complexo da Usina de Socorro, pela CPFL, a realizar-se no dia 7 daquele mês. Em parceria com a Prefeitura, a CPFL reformou a Usina e cedeu, em regime de comodato, toda a área verde para a administração pública explorar. Presente no evento, o presidente da CPFL, engº Cesare Manfredi, visitou todo o complexo da Usina de Socorro e do Parque Ecológico.

CPFL inaugura complexo da Usina em Socorro

O lançamento do Programa de Eletrificação Rural – “Luz da Terra” e Rejuvenescimento e Repotenciação da Usina Hidrelétrica de Socorro, acontecerá neste sábado, às 10h, quando a CPFL – Companhia Paulista de Força e Luz fará a inauguração do complexo Usina de Socorro e do Parque Florestal, com 26 mil metros quadrados de mata natural, localizado próximo da estrada do Ribeirão do Meio.

Estarão presentes na solenidade, o Presidente da CPFL, Dr. Cesare Manfredi, membros da diretoria da Empresa, o Gerente Seccional da CPFL, em Socorro, sr. Joaquim José Carlos Marcolino e funcionários, o sr. Prefeito Municipal, Nadir do Carmo Leme, e demais autoridades municipais. Aguarda-se, também, para a data, a vinda do Governador do Estado, sr. Mário Covas.

Com o Programa de Eletrificação Rural “Luz da Terra”, coordenado e gerenciado pela Secretaria de Estado de Energia, através do CERESP – Comissão de Eletrificação Rural do Estado de São Paulo, da qual fazem parte representantes da CPFL, CESP e Eletropaulo, a CPFL pretende atender toda a demanda da região que ainda não possui este benefício. As Prefeituras atuarão na organização da população interessada em eletrificar sua propriedade rural. Em Socorro, das 2750 propriedades rurais, 2.542 possuem energia elétrica.

O proprietário rural interessado em participar do Luz da Terra deverá procurar os locais de cadastramento, como por exemplo, a CPFL de Socorro, Nossa Caixa, Casa da Agricultura, sindicatos, cooperativas e as unidades móveis da CPFL que irão aos municípios.

 

Artigo anterior
Próximo artigo
- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias