Funcionários municipais protestam contra o índice de salários

Leitura obrigatória

Na edição nº 3.819, de 8 de julho de 1994, o aumento de 20% ao funcionalismo municipal foi bastante questionado pelos servidores, que lotaram o plenário da Câmara, contra esse índice de aumento irrisório, que não podiam aceitar, ainda mais nessa passagem do cruzeiro real para o real.

Aumento de 20% ao funcionalismo municipal provoca polêmica

Em sessão realizada na última segunda-feira, dia 4, foi aprovado pelos vereadores da Câmara Municipal de Socorro o aumento de 20% dos salários dos servidores municipais. Nesta sessão, após debates envolvendo os vereadores Dimas Silveira Costa – PT, Nilton Tavares – PMDB, José Eduardo Moreno Tarifa – PTB, Gilberto Jesus de Toledo – PMDB e Gerson Aparecido Barbosa – PMDB, o projeto de lei 39/94 de autoria do Prefeito foi aprovado. Todos os vereadores do PMDB votaram a favor da propositura do Senhor José Valdir Bortolasso.

Votaram contra a aprovação do índice de 20% e, consequentemente, contra a aprovação do projeto 39/94, os vereadores Dimas Silveira Costa e José Eduardo Moreno Tarifa. No Plenário, os referidos vereadores deixaram bem claro que não eram contra um aumento digno dos salários dos servidores municipais. Porém, jamais poderiam aceitar, na passagem do cruzeiro real para o real, um índice de aumento de salário de apenas 20%.

Também se manifestaram contra o aumento irrisório, servidores municipais que lotaram o Plenário da Câmara, os quais se negam a receber o aumento proposto.

Nesta noite, os vereadores do PT e do PTB, mencionados, solicitaram que fosse examinado, através de um estudo em cima de planilhas, a existência ou não de verbas suficientes para um aumento maior. No entanto, não foram atendidos. Alegaram, ainda, que o referido projeto de lei deveria ser devolvido ao Chefe do Executivo e que fosse solicitado ao mesmo um projeto mais justo.

Segundo as palavras pronunciadas pelos vereadores Dimas Silveira Costa e José Eduardo Moreno Tarifa, chegou a hora do Prefeito estabelecer como uma de suas prioridades o pagamento de um salário justo e digno para todos os servidores municipais.

- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias