Grupo em rede social já conta com quase 8 mil membros

Leitura obrigatória

A cada dia que passa a adesão das redes sociais, em busca de respostas ou solução de problemas, vai aumentando. Quem é socorrense e faz parte do Facebook, com certeza já ouviu falar no famoso grupo Fala Socorrense, no qual é possível encontrar qualquer tipo de manifestação, desde documentos perdidos, até reclamações com ruas esburacadas e estradas intransitáveis.

Porém, administrar um grupo como esse não é uma tarefa tão simples como parece, pois é preciso moderar o tipo de publicação que será aprovada, evitando com que o problema aumente. Entrevistamos os quatro moderadores desse grupo, para dar uma entrevista.

Desde quando estão no comando do grupo?
Assumi (Jeferson Salgueiro) a administração do grupo Fala Socorrense no dia 16/03/16. Na época, o grupo tinha 3000 membros. A partir daí criei novas regras e convidei os amigos Caroline Balderi, Leto Guilherme e Anael Gomes para fazer parte da administração, e hoje o grupo se encontra com 7900 membros.

Como avaliam a importância do grupo?
Acreditamos ser um ótimo meio de comunicação entre a população e as autoridades locais. Não imaginávamos que tomaria a dimensão que tomou, com essa repercussão. Provavelmente esteja assim, porque é um grupo sério, e não de entretenimento.

Qual o maior desafio de mediação do Fala Socorrense?
Aceitar ou bloquear todas as publicações, seguindo as regras do grupo. Já tivemos problemas com isso. Vários! Aliás, quase toda semana aparece algum problema que envolva algum comércio ou pessoa física.

Que tipo de manifestação vocês consideram imprópria?
As regras proíbem imagens e linguagem com conteúdo ofensivo (violência, acidentes com cenas fortes, erótica, racista etc.), tópicos com assuntos repetidos, propagandas (política e de empresas) e perfis “fakes”.

Como filtram as postagens?
Filtramos de acordo com as regras e a população ajuda, denunciando.

Quais os casos que mais tiveram repercussão na página, terminando com êxito (casos de documentos encontrados, problemas de saúde resolvidos, dentre outros…).
Já tivemos vários casos de documentos perdidos e, na maioria das vezes, os donos são encontrados rapidamente. Também tivemos casos de animais de estimação que foram encontrados, depois de escaparem de suas residências, e também ajuda a pessoas carentes, em que a população se mobiliza para conseguir roupas e mantimentos.

Alguma dica para os usuários de Facebook e outras redes sociais?
O grupo está aí para ajudar a resolver assuntos de nossa cidade em geral, mas as pessoas têm que tomar cuidado com o que escreve, pois, dependendo do caso, o mesmo pode sofrer um processo judicial. Palavras escritas na internet têm um peso muito grande, e poucas palavras podem prejudicar muita gente.

Algo mais?
O grupo Fala Socorrense é destinado para assuntos referentes exclusivamente à nossa cidade. Nós, da administração, acreditamos que o grupo é uma forma rápida de manifestação em conjunto, mas também lembramos que nós (administração) não ganhamos nenhum centavo por isso, e também não temos vínculo com nenhum partido político. Estamos aqui apenas para ajudar nossa querida cidade, e manter um bom convívio entre todos.

- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias