Hoje: Corumbá  

Leitura obrigatória

Ainda pelo Brasil, a coluna desta semana agora aborda Corumbá, município da Região Centro-Oeste, situado no estado de Mato Grosso do Sul, próximo da fronteira com a Bolívia e à beira do Rio Paraguai.

Com o Pantanal ocupando 60% de seu território, é considerada a Capital do Pantanal, sendo também sua porta de entrada. Atualmente, o turismo vem ajudando a desenvolver o mercado de trabalho associado com a pesca esportiva.

Quem nos conta sobre o destino, é Kira Tonello, integrante da equipe de agentes da Lavie Viagens, que possui diversas dicas para quem ficou curioso para conhecer este lugar!

Confira!

Estive em Corumbá e em Bonito, no Mato Grosso do Sul, durante uma emenda de feriado, e fiquei 2 dias em cada lugar. Confesso que esse tempo não foi suficiente para conhecer a fundo todas as maravilhas que estes têm a oferecer, mas garanto que, mesmo assim, foi uma viagem encantadora, dentro do nosso País.

Corumbá é conhecida como a capital do Pantanal, rodeada por água por todos os lados, pois está localizada às margens do Rio Paraguai. Faz fronteira com a Bolívia e possui significativos patrimônios históricos, com museus, igrejas, praças importantes e suas ruas de paralelepípedo. Eu fui pela estrada de Campo Grande, 441 km, em torno de 5 horas de carro, mas existe a opção de ir de avião, de Viracopos, Campinas. As particularidades dessa região já começam por aí: as estradas foram construídas sobre o Pantanal, algo realmente criativo, pois estão literalmente cortando as suas águas. E, claro, isso proporciona uma bela paisagem, para aquelas fotos incríveis.

Outro detalhe que me chamou a atenção, durante o caminho, foi a riquíssima fauna daquele lugar, com a presença de diversos tipos de aves se exibindo pela rodovia, jacarés tomando sol a metros de distância de você, capivaras e tantos outros. E, por conta disso, aproveito para pedir cuidado, pois, infelizmente, também avistei vários animais atropelados nas margens, como os tamanduás – bandeiras; não faz mal nenhum um pouco de atenção quanto a isso, não é?

Corumbá é uma cidade portuária e histórica, um destino realmente recomendável para quem adora pescar, um paraíso para os pescadores. No porto, deparei-me com grandes barcos transformados em hotéis, iguais aos famosos hotéis flutuantes na Amazônia, com os quais é possível navegar vários dias pelos rios do Pantanal, com uma boa estrutura.

Procure a Marina do Gelson e o Bar do Gelson, para uma gostosa refeição às margens do rio. Sério! Experimente a porção de isca de Pintado e uma de Pacú, vai valer a pena!

Além dos passeios pelo Rio Paraguai, é possível ir de carro pela Estrada Parque, onde você fica totalmente imerso com a natureza e costumes do lugar. Na pousada São João tive a oportunidade de conferir refeições típicas, passeios a cavalo e trilhas. E outro lugar é o Passo da Lontra, que oferece hospedagem sobre palafitas, passeios de observação, inclusive, noturnos. Não tive a sorte de ver, pessoalmente, a onça pintada, mas deve ser fascinante vê-la em seu habitat natural.

Para quem quiser saber mais sobre a cidade, eventos e fotos,  sugiro uma página no facebook e no instagram que se chama Corumbá Incrível.

Essa cidade é realmente indicada para você, que quer o contato próximo com a natureza e, também, com uma parte da história do nosso País. Um turismo de experiência, observação e aventura, para ser carregado em sua bagagem. Agradeço o convite e as companhias que tive por lá.

- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias