Hoje: Lübeck e Brugge

Leitura obrigatória

Lübeck é uma cidade do norte da Alemanha, localizada no estado de Schleswig-Holstein. Fundada em 1158 por Henrique, o Leão, Lübeck tem sua área ocupada desde o século I aC. Sua arquitetura medieval foi reconhecida pela UNESCO, que a declarou Patrimônio Histórico da Humanidade. Possui, ainda, um dos maiores portos da Alemanha, em Travemünde, sendo o maior do Mar Báltico, ao qual se chega pela Baía de Lübeck.

Bruges é uma cidade belga, capital da província de Flandres Ocidental, na região de Flandres. Tem cerca de 117 mil habitantes e é chamada de “Veneza do Norte”, por causa dos inúmeros canais que a cercam ou a atravessam. A cidade apresenta, também, as ruí-nas de uma fortaleza, bem como moinhos às margens dos canais.
Hoje, quem conta sua viagem é Jorge Luis Oliveira, que lá esteve, em julho de 2012, junto com a esposa Adriana e os amigos Ary Guttmann e Fatima.

Conte, Jorge!
Cidades medievais sempre nos encantaram, por isso a idéia de incluir no roteiro de nossa viagem pela Europa, ao menos duas delas: Lübeck , na Alemanha, e Brugge, na Bélgica.

O interesse por conhecer Lübeck já vinha da viagem de 2011 para Hamburgo, porém não tivemos tempo hábil para nos deslocarmos até lá; o fato de termos em nossa cidade um bar com o nome da cidade, também foi outro fator. Em 2012 tivemos o prazer de contar com a companhia de nosso grande amigo Dimas Verzani, que nos levou até aquela cidade, de antemão brincando que Paraty é mais medieval que Lübeck.

Realmente, poucas partes da cidade foram preservadas, existindo um grande contraste entre o mundo antigo e o moderno, sendo que o que mais nos chamou a atenção foi o Portal de entrada da cidade, Holstentor, construído em 1475 e que é considerado o cartão postal da cidade. Mais algumas construções no impressionaram pela suntuosidade, como a antiga Prefeitura e a igreja Marienkirche, porém, nos dias de hoje, o capitalismo domina o ambiente e a convivência lado a lado de construções antigas maravilhosas com os MacDonald´s da vida incomoda um pouco, a quem esperava encontrar uma cidade medieval. Mas valeu a pena!

Nosso tour pela Europa foi todo por trens, sistema que nos deixou impressionados pela eficiência, pontualidade e conforto; de Hamburgo pegamos um trem noturno para Amsterdam. indo depois para a fantástica cidade de Brugge, na Bélgica.

Brugge ou Bruges esbanja beleza e charme por onde se olhe; construções incríveis, os canais que cortam a cidade, arborização e jardins maravilhosos… Parece que estamos num sonho.

A praça central nos devolve à idade média, totalmente preservada e com uma arquitetura fantástica; o único ponto negativo é que naqueles dias estava acontecendo uma feira e uma enorme barraca foi montada bem no centro da praça, contrastando com os elementos medievais.
Para quem pretende fazer uma viagem a Europa, Brugge é uma ótima indicação.

- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias