Hoje: Santiago

Leitura obrigatória

De 22 a 27 de agosto, a capital do Chile foi o destino escolhido pelo Grupo de Mulheres, que viaja há 8 anos, sempre na última semana de agosto, organizado por Rosiane Tasca e Conchita, da Cateto Turismo.  Participaram Vera, Viviane, Eliana, Ely, Penha, Marina, Eviene, Guiomar, Zizi, Claudete e Conchita. Sobre o roteiro que fizeram, elas compartilham as dicas.

Dicas de lá

No primeiro dia de viagem, elas optaram por um city tour pela cidade, e presenciaram a Troca da guarda, marcada pelo respeito e silêncio, durante a cerimônia. De inusitado, quem visitava o Palácio La Moneda, nesse momento, era o consagrado violinista Andre Rieu, com quem tiraram fotos.

Depois do almoço no tradicional mercado central, visitaram a Vinícola Undurraga, onde  puderam conhecer todo o processo de fabricação do vinho, desde a diferenciação das uvas e suas folhas, passando pela fermentação e terminando na degustação.  “Aprendemos a dar muito valor à garrafa de vinho”, disse Viviane, após conhecer o processo.

Um dos dias da viagem foi dedicado à visita às cidades de Valparaiso e Vinã Del Mar, e encantaram-se pela história local. Valparaíso é uma cidade litorânea que cresceu pelo movimento portuário. Com muitos morros e uma bela vista para o mar, é reconhecida pela história, enquanto a vizinha Vinã del Mar se destaca pela modernidade.

De volta a Santiago, tiveram um dia dedicado à neve, com visita às estações de Vale Nevado e Farellones. E tiveram sorte, pois naquela semana não tinha nevado, e somente nevou naquele dia, quando chegaram. “Amei a neve, muito emocionante”, contou Vera.

À noite, estiveram no Bali Hai, onde jantaram e conferiram o show que resume, na dança e na música, a história cultural do Chile, de norte a sul,

Entre os locais que destacam, citam o almoço no famoso restaurante Como Água para Chocolate, no bairro Bellavista. Neste mesmo dia, visitaram o Centro Artesanal Los Dominicos.

“Fomos onde o chileno compra”, contou a guia Conchita, enaltecendo as demais ruas comerciais que puderam visitar, e onde era possível encontrar casacos de neve por R$ 60,00.

O fato de andarem em grupo e com van própria tornou o passeio vantajoso, principalmente, no quesito financeiro. “Também comemos bem, em locais muito bons e não achamos tão absurdo, como as pessoas falavam”, completou Vera.

Para encerrar, visitaram o Cerro Santa Luzia, uma espécie de refúgio em que Santiago foi fundada, e de onde se pode presenciar uma bela vista de Santiago e relaxar em paz. Também conheceram a casa do poeta Pablo Neruda e o Restaurante Giratório, de onde se pode desfrutar bons pratos e um visual incrível da cidade.

“Uma viagem maravilhosa. Adquirimos muita cultura”, encerrou Vera, elogiando, também a segurança da capital chilena.

- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias