Hoje: São João Del Rei  

Leitura obrigatória

Conhecida como a “Cidade dos Sinos”, São João Del Rei é um município do Estado de Minas Gerais, na divisa com as cidades de Barbacena, Carrancas, Conceição da Barra de Minas, Coronel Xavier Chaves, Ibertioga, Madre de Deus de Minas, Nazareno, Piedade do Rio Grande, Santa Cruz de Minas, Ritápolis, Prados, Tiradentes, e faz parte da região Campo das Vertentes. Sua população conta com mais de 88 mil habitantes, segundo dados do Censo de 2014 do IBGE. Localiza-se a 377 km de Socorro e a 5h30 de viagem, de carro. Foi lá que nasceu o presidente Tancredo Neves; é uma cidade universitária, além de ser a única no Brasil a produzir peças feitas de estanho – minério rico, na região.

A cidade possui muitos pontos turísticos, como o Centro Histórico, o Solar dos Neves – antiga moradia da família do presidente Tancredo Neves, o Mercado Municipal, Solar da Baronesa de Itaverava – construção histórica, e há indícios de que o nome é por causa de uma moradora do casarão, a Baronesa Ana Eugênia. Já no Museu de Arte Sacra, no prédio da antiga Cadeia Pública, é possível conferir as alfaias (roupas, adornos e utensílios), e muitas imagens. As Igrejas de São Francisco de Assis – esta com a decoração de Aleijadinho, Igreja de Nossa Senhora do Carmo, Capela Nossa Senhora das Dores e a Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar (sede da Diocese de São João Del Rei), são um convite para religiosos, todas em estilo colonial e barroco, com muitas pinturas e esculturas que encantam, com a riqueza de detalhes.  A Serra do Lenheiro, uma área pequena, com cerca de dois quilômetros quadrados, é usada pelo 11º Batalhão de Infantaria de Montanha de São João Del Rei, para treinamento de soldados. No Museu Ferroviário, inaugurado em 1981, ano do centenário da Estrada de Ferro Oeste de Minas, há objetos antigos, como ferramentas, sinos, relógios, telefones, entre outros, e a locomotiva EFOM nº 1, a primeira da ferrovia; há, também, um vagão de luxo, usado por personalidades, como o imperador D. Pedro II. Já o Memorial Tancredo Neves possui grande quantidade de documentos que traçam, de forma cronológica, a vida do político, além da sala reproduzida com o mobiliário original, o escritório do então presidente no Solar dos Neves e sua máscara mortuária. A Ponte do Rosário é um ótimo lugar para uma “viagem no tempo”, pois o local preserva as características originais de sua construção, de 1800. O Passeio de Trem Maria Fumaça, para Tiradentes, é uma opção para conhecer a paisagem da região, às margens do Rio das Mortes. No Teatro Municipal, espetáculos culturais de diversos gêneros podem ser assistidos, com uma programação diversificada. O Museu Regional de São João Del Rei e o Museu da FEB são locais de expressiva importância histórica, pois no primeiro estão expostos os utensílios da época imperial e, no segundo, as indumentárias e as armas dos combatentes da Segunda Guerra Mundial.

Serviço – Em março de 2017, Ana Lúcia Feitosa está com uma viagem marcada para São João Del Rei. Para mais informações, fone (19) 99210-3757, ou compareça na ALF Viagens, à Av. Bernardino de Campos, 31, Centro.

Participe! Compartilhe conosco sua experiência, entrando em contato pelo e-mail contato@jornalomunicipio.com.br

Artigo anteriorFeliz Natal !
Próximo artigoEdição de 30/12/2016
- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias