Hoje: Tiradentes

Leitura obrigatória

O município mineiro de Tiradentes, localizado a 447 km de distância de Socorro e aproximadamente a 6 horas de viagem de carro, faz divisa com as cidades de Prados, Barroso, Dores de Campos, São João Del Rei, Santa Cruz de Minas e Coronel Xavier Chaves. Segundo o Censo de 2010 do IBGE, sua população passa de sete mil habitantes.

Conhecida por sua forte relevância cultural, pois abriga grandes eventos, como o Festival de Cultura e Gastronomia e a Mostra de Cinema; a típica culinária mineira encontra-se espalhada pelos restaurantes da cidade, localizados no Centro, com uma arquitetura colonial, que já foi cenário para a gravação de novelas, seriados e filmes.

A cidade oferece diversas opções de entretenimento, para todos os públicos. É possível viajar com a família, com passeios pelos museus, passeios religiosos e se aventurar nas trilhas de bicicleta e off Road, ou uma caminhada pela Serra de São José. 

História

“Arraial Velho de Santo Antônio”, “Vila de São José do Rio das Mortes” e cidade de São José Del Rei: assim era conhecida Tiradentes. Tempos depois, Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, uma figura importante no combate ao governo da monarquia, dentista, ativista político, militar e herói nacional, foi condenado e enforcado no dia 21 de abril de 1792, por sua participação na Inconfidência Mineira e, em homenagem à sua morte, nomearam a Vila de São José do Rio das Mortes, de Tiradentes, que se tornou um importante centro histórico e um dos mais bem preservados da arte barroca do Brasil; na metade do século XX foi proclamada patrimônio histórico nacional e passou por recuperação de suas casas, igrejas e monumentos, entre outros.

Pontos turísticos

Fica em Tiradentes a segunda igreja construída em ouro, no país, a Matriz de Santo Antônio que, segundo comentários de turistas, é uma viagem ao Brasil Colonial. Obras de Aleijadinho, datadas de 1810 estão na igreja, além de eventos musicais nos finais de semana, no órgão português de 1788, um dos quinze mais importantes do mundo. No Largo das Forras, praça principal da cidade, o visitante pode conferir os passeios das charretes coloridas de Tiradentes, além de ser um local onde é possível ver apresentações culturais e muito bate-papo. A Serra de São José é um convite para o turista apreciar a natureza local, com belas paisagens e cachoeiras, em passeios de off road, bicicleta ou caminhada, com acampamento. O Chafariz de São José, antigamente usado para suprir as necessidades dos moradores, como a lavagem de roupa, o fornecimento de água potável e também bebedouro aos animais, e a Igreja N. Sra.do Rosário dos Pretos, construída em estilo rococó, são locais ideais para conhecer um pouco da história da cidade. Para completar o passeio religioso, o Museu Casa Padre Toledo, em memória do inconfidente e o Museu da Liturgia, com um acervo multimídia sobre a religião Católica. No Museu do Automóvel da Estrada Real, os apaixonados por carros antigos podem conferir os modelos desde a época de 1930. A Gruta da Casa Pedra com 400 metros de extensão, com formações calcárias, é outro local para desfrutar das maravilhas que a natureza construiu. A oito quilômetros do Centro de Tiradentes, localiza-se o Distrito de Bichinho, que possui muitas lojas de artesanato e souvenires; atualmente, o distrito ganha destaque por seu artesanato em madeira. O Passeio de Trem Maria Fumaça, que vai até a cidade de São João Del Rei, próximo destino desta coluna, na semana que vem – são 12 km em 40 minutos de passeio, e seu caminho é margeado pelo Rio das Mortes.

Para quem deseja conhecer a cidade de Tiradentes, Ana Lúcia Feitosa está preparando uma viagem para março de 2017. Para mais informações, consulte a Agência ALF, fone (19) 99210-3757, à Av. Bernardino de Campos, 31, Centro.

 

- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias