Hoje: Vancouver – Canadá  

Leitura obrigatória

Se você acha que o Rio de Janeiro foi privilegiado pela natureza, espere até desembarcar em Vancouver, no estado de British Columbia, no Canadá. Essa cidade, do oeste canadense – a terceira mais populosa do país –, já foi eleita mais de uma vez o melhor lugar do mundo para viver. Eis um paraí-so de portas abertas para visitantes dos cinco continentes. Por isso, ela atrai muitos estudantes brasileiros. Afinal, combina os melhores ingredientes sociais: modernidade, prosperidade, sustentabilidade, riqueza cultural, clima aprazível e muitos pontos para diversão, lazer e esportes.

A bióloga Rebecca Rocha Santos Schiavon, de 27 anos, esteve por lá em março deste ano, graças a uma promoção realizada pela escola de inglês Jet Incorporated, que deu direito a um mês em Vancouver, com passagem de avião, estadia e curso de inglês, tudo pago.

Fale, Rebecca!

Vancouver é uma cidade muito limpa e organizada! O transporte público funciona, e muito bem, por sinal, sendo extremamente fácil ir para qualquer lugar da cidade.

O que me chamou muito atenção foi o wi-fi, em quase todos os lugares da cidade, ao qual temos acesso totalmente de graça.  Além de tudo isso, eu não sei dizer o porquê, exatamente, mas me sentia muito segura na cidade, até mais que em Socorro (risos)!

Os lugares para visitar são muitos, mas acho que vai mais do gosto de cada um; para quem gosta de natureza, ar livre, passar tardes em parques e piqueniques, Vancouver é ótimo, pois há diversos parques legais para fazer tudo isso e ainda andar de bicicleta. Um passeio que eu recomendo é para o Stanley Parque, onde dei a volta com meus amigos, de bicicleta, e chegou a dar uns 12 km; é um passeio muito gostoso.

Também tem a English Bay, uma praia com um calçadão para fazer caminhada. Além disso, o pôr do sol, lá, é lindo! Vale a pena visitar, também, o Aquário, que fica no Stanley Parque; tem, ainda, o Capilano Suspension Bridge Park, para quem gosta de natureza e um pouco de altura, pois o que chama a atenção são suas pontes altíssimas.

Sugiro mais um passeio, conhecer Victoria, a capital da província canadense de Columbia Britânica. Ela está localizada no Sul da Ilha Vancouver, é um passeio muito legal, e a opção mais prática e bonita é de Ferry Boat, que custa apenas 16 dólares canadenses. No centro da cidade tem um lindo bairro, chamado Yaletown.

Gastown é o lugar número um, dos turistas que visitam Vancouver; a arquitetura peculiar dos prédios da região é o cenário ideal para se tirar fotos e guardar de recordação. Além disso, Gastown conta com diversas lojas de souvenires, restaurantes, pubs e baladas. São muitos os lugares! Tantos que, em um mês, eu não consegui visitar todos, e isso é o que mais me dói; é um lugar em que, certamente, eu moraria.

Quem gosta e quer neve, vá para Whistler, fica a apenas duas horas de North Vancouver.

Por fim, indico o Deep Cove, um dos lugares mais bonitos de Vancouver. E o melhor de tudo é que fica a apenas 30 minutos do centro da cidade, e acessível pelo seu eficiente transporte público. A localidade fica num vale de montanhas, margeada pelo mar e pontuada por belas casas, no meio da floresta; a paisagem é deslumbrante! Não há hotéis em Deep Cove, portanto, a dica é passar o dia todo, por lá. Dá para passear por trilhas, fazer happy hour com vista para o mar e, o melhor de tudo, alugar caiaques e dar um passeio pelas calmas águas do local.

Dicas de gastronomia, cultura, curiosidades

Como citado anteriormente, na Rua Gastown pode-se encontrar vários restaurantes para todos os gostos e tipos de comidas, mas lá tem um que é o meu predileto, o chamado The Old Spaguetti Factory; o lugar é aconchegante e quando você pede um prato, já está incluso no preço a salada, um pão e a sobremesa (duas bolas de sorvete).

E para quem não consegue ficar sem a nossa comidinha brasileira, e isso acontece muito com os intercambistas, você pode encontrar dois restaurantes brasileiros: o Rio, localizado na 689 Denman ST, Vancouver, BC V6G 2L3, e o Boteco Brasil, localizado na 2545 Nanaimo ST, Vancouver, BC V5N 5E6.

A maioria das pessoas são extremamente educadas e não suportam quem não cumpre com as normas. Duas vezes presenciei as pessoas se incomodando com a atitude de outros; uma vez, por exemplo, eu estava no ônibus e uma mulher pediu que um rapaz tirasse a sua mochila, pois ele estava esbarrando nas pessoas, e ela estava incomodada com isso. E, outro dia, eu estava no Sky Train e um homem fez um rapaz sair do banco em que estava sentado, porque uma mulher estava em pé (igual no Brasil, né?).

Quem puder ou tiver a oportunidade de fazer um intercâmbio no Canadá, ou até mesmo quiser se ariscar e ir morar lá, faça!!! O Canadá é, hoje, o destino número um dos brasileiros, pois o intercâmbio é mais barato do que na Europa, Estados Unidos e Austrália. É o pais desenvolvido que mais oferece oportunidade de empregos e imigração e tem um dos mais baixos índices de criminalidade do mundo.

Quem estiver lá, seja para visitar ou morar, terá infraestrutura e qualidade de vida independentemente da estação do ano. O país tem como uma de suas características principais, a diversidade de raças e culturas. O governo canadense adotou oficialmente a política multiculturalista, em 1971; desde então, o país passou oficialmente a ser considerado multicultural, onde todas as culturas são consideradas igualmente importantes e, por consequência, valorizadas por igual.

Eu fui presenteada com essa viagem, mas, se hoje eu pudesse escolher para onde ir, com certeza eu escolheria o Canadá. Minha dica para quem gosta de viajar ou quem quer ir morar ou quem quer um intercâmbio, vá para o Canadá. Sou eternamente grata a Jet por ter me proporcionado essa experiência, pois fazer um intercâmbio é uma experiência única, mesmo! Só quem fez entende o que estou dizendo, pois não existem palavras que possam descrever o que realmente é. Por estes e mais outros motivos Vancouver virou minha paixão, e quando alguém me pede para que eu descreva Vancouver rapidamente, costumo usar as mesmas palavras que o Rodrigo de Freitas (dono da rede JET) usou, descrevendo-a para mim, alguns dias antes da minha viagem. “Se existisse um pedacinho do céu na terra, esse pedacinho seria Vancouver, no Canadá”.

- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias