Itapira recebe exposição sobre os 80 anos do Movimento Constitucionalista

Leitura obrigatória

O Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), em parceria com o Museu da Imigração – instituição da Secretaria de Estado da Cultura -, leva a exposição “SP, 1932: 80 Anos do Movimento Constitucionalista” à Casa da Cultura João Torrecillas Filho, em Itapira. A mostra poderá ser vista gratuitamente, a partir do dia 28 de janeiro.

O trabalho apresenta, por meio de vídeos, fotografias e objetos da região de Jacareí, como a perda da identidade paulista se tornou uma das maiores ações armadas da história do Brasil, com a participação de mais 200 mil homens.

Na mostra estão os principais acontecimentos e suas consequências, desde dias anteriores a 9 de julho de 1932, quando o combate teve início. Um dos destaques é a morte dos estudantes Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo, que formam a conhecida sigla MMDC. No ambiente de conflito, a exposição localiza geograficamente as principais frentes de batalha e revela o cotidiano dos jovens soldados, nas trincheiras.

Ao final, a mostra dedica-se ao legado deixado pelo Movimento Constitucionalista. Apesar de derrotados nos campos de batalha, os paulistas se consideraram vitoriosos, com a promulgação de uma nova constituição, em 1934. A exposição fica em cartaz até 14 de abril, à Rua Rui Barbosa, nº 750, 2° andar, no Centro. O horário de visitação é de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h às 17h30, com entrada franca.

- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias