Mamografia: “apenas 1/4 das mulheres estão tomando os cuidados adequados”, afirma diretor técnico da Santa Casa

Leitura obrigatória

O movimento conhecido como Outubro Rosa nasceu para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. A data é celebrada anualmente, com o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama, promover a conscientização sobre a doença, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

Para abordar um pouco mais o assunto, o Jornal O Município entrevistou o dr. Rafael Sales, diretor técnico da Santa Casa de Misericórdia de Socorro, sobre a utilização do mamógrafo da nossa cidade. Confira:

Qual o procedimento para realizar uma mamografia no Hospital Dr. Renato Silva?
A Santa Casa realiza exames de Mamografia de pacientes com convênio e particulares e, para agendar, é necessário somente ter o pedido médico. Já os casos do SUS estão sendo realizados em Bragança Paulista e Atibaia. A espera entre o agendamento e a realização do exame em nosso serviço é de, no máximo, 10-15 dias e o laudo sai em até 15 dias. Não é necessário nenhum preparo, pede-se somente para trazer a última mamografia, caso tenha.

Quantos exames são feitos por mês em Socorro? Na sua opinião, trata-se de um número bom?
No Hospital são realizamos, em média, 80-90 exames/mês, sempre às terças-feiras. A Prefeitura tem feito aproximadamente 120 exames/mês. Pensando que nossa cidade tem aproximadamente 40.000 habitantes e, baseado na distribuição populacional por faixa etária do último senso em 2.010, estimamos que o número de mulheres socorrense com 40 ou mais anos seja de aproximadamente 9.000 mulheres. Assim, chegamos a um triste número: apenas 1/4 das mulheres estão tomando os cuidados adequados.

O número de mamografias tem aumentado ou aumenta durante a Campanha Outubro Rosa? Existe alguma outra campanha de incentivo ou mutirões previstos?
Apesar a extensa divulgação na mídia, durante o Outubro Rosa observamos pequeno aumento na procura, por volta de 10%, número este também observado nos meses de julho, dezembro e janeiro que coincidem com as férias escolares. No momento não há mutirões previstos, pois, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, não existe demanda reprimida no Município; inclusive, o que tem ocorrido, é uma diminuição das cotas de exames na cidade de Bragança e Atibaia em razão ao número considerável de não comparecimento dos pacientes agendados e a baixa procura.
Durante o mês de Outubro, nossos funcionários têm trabalhado com uma fita rosa, para alertar o usuário da necessidade de prevenção.  Além disso, no último sábado, 23 de outubro, a Santa Casa foi parceira do Rotary Club de Socorro em uma Blitz de Saúde, na Rua 13 de Maio onde  foram  distribuídos folhetos e disponibilizados profissionais de Saúde para orientações sobre o câncer de mama, autoexame e mamografia, pois entendemos que o diagnóstico precoce é a melhor forma de combate da doença. 

Lembramos que:
* O autoexame das mamas deve ser feito pelo menos uma vez ao mês, e de preferência no mesmo dia do ciclo menstrual.
* A partir dos 40 anos, a mamografia torna-se um importante exame para a detecção do câncer de mama, e recomenda-se pelo menos um exame por ano.
* Pessoas com histórico familiar de câncer de mama devem atentar para a doença mais cedo.
* Apesar de raro, homens também podem ser atingidos pelo câncer de mama.
* Mulheres, procurem o Serviço de Saúde de seu bairro e façam a mamografia, pois a detecção precoce da doença pode salvar a Vida!

 

- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias