“Meu objetivo é capturar a essência da mulher no dia a dia”, diz fotógrafa sobre seu novo projeto

Leitura obrigatória

A fotógrafa Katia Mazolini vem se destacando, com seus trabalhos de retratos femininos, que buscam a sensualidade e autoestima das mulheres, como no ensaio Boudoir. Porém, recentemente, ela foi convidada para participar de um projeto que tem a beleza feminina como pauta, porém, retratada das mais diversas formas, desde um ensaio sensual, até mesmo, no seu cotidiano.

“Este projeto pretende capturar a essência da mulher, seja no dia a dia, seja em um ensaio sensual. Mostrar que cada uma possui sua individualidade, cada característica de seu corpo a torna única. Para isso, além de utilizar o material dos ensaios, pretendo andar pelas ruas, ficar um dia inteiro em uma praça, por exemplo, para retratar a mulher socorrense em seu cotidiano, valorizando sua beleza”, explica ela.

Katia conta que a exposição, que deverá ser lançada em fevereiro do ano que vem, é o início de algo ainda maior, que ela está planejando. “Ainda não posso adiantar nada, por enquanto, mas tenho certeza que será uma experiência incrível, tanto para mim, como fotógrafa, como para aqueles que tiverem a oportunidade de conhecer o projeto, depois de pronto”, adianta a fotógrafa.

Foco e dedicação

O interesse pela fotografia sempre esteve presente na vida de Kátia Mazolini, que registrava os locais por onde passava e as pessoas com quem se deparava. Após fazer cursos e se aprofundar no assunto, ela investiu e começou a trabalhar na área. Um de seus primeiros projetos foi o ensaio “Vivendo um Sonho”, em 2014, voltado para gestantes. Além disso, ela também trabalhava com aniversários, famílias, casais etc.

No mesmo ano, ela se dedicou a outro projeto: “Retrato da Nossa Melhor Idade”, em 2014, no qual, por meio de fotografias, conta a história de socorrenses que viviam a considerada melhor idade. Além disso, Kátia também passou a fotografar o cotidiano dos socorrenses, como por exemplo, a feira aos domingos, as festas dos bairros, trabalhadores em plantações de café etc.

Em 2015, ela foi convidada pelo Moda de Fábrica para sua primeira exposição: “Contos, capelas e encantos”, para celebrar o aniversário de Socorro, retratando um pouco do turismo religioso de Socorro, retratado pelas diversas capelas que existem escondidas pelas estradas da zona rural da cidade. A exposição já foi destaque no Cristo e no Museu, hoje está exposta no Quintal do Brasil, um local em que se misturam música e Arte. Naquele mesmo ano, ela recebeu um convite para um evento internacional sobre fotografia, em Paraty, onde participou de um workshop com o renomado fotógrafo Márcio Scavone.

No ano seguinte, um dos projetos que marcaram, foi pela causa animal. No intuito de colaborar com a adoção dos cães que vivem no Canil Municipal, a fotógrafa foi até o local e tirou algumas fotos dos animais, para divulga-las nas redes sociais.

No início deste ano, Kátia divulgou o ensaio Boudoir, que busca retratar a sensualidade feminina, sem ser vulgar, de forma discreta e confidencial.

Katia também já fez trabalhos em outros estados; prestou serviços para uma empresa internacional; teve suas imagens como destaque para uma rede hoteleira espalhada pelo Brasil, entre outros. Atualmente, trabalha em uma empresa internacional  de fotos e vídeos, como assistente de  produção e captação de imagem; faz fotos publicitárias de produtos para empreendimentos comerciais e também fotos de estúdio.

Para aprimorar seu trabalho e atingir seus objetivos e foco, Kátia vem se especializando e estudando tanto a fotografia, quanto outros idiomas, e investindo em bons equipamentos. “Muita coisa já aconteceu e ainda tem muito mais por vir!”, adianta ela.

Para conhecer mais sobre seu trabalho, basta seguir suas páginas no Facebook: Katia Mazolini, Instagram @kmmazolini ou entrar em contato pelo e-mail kmazolinifotos@gmail.com ou celular (19) 99792-3981.

Artigo anteriorEdição de 12/10/2017
Próximo artigoCoquetel, em 1969
- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias