O calçadão, na Praça da Matriz, recebe elogios e reclamações

Leitura obrigatória

Na edição nº 2948, de 11 de setembro de 1982, o Largo da Matriz, como era conhecida a Praça Cel. Olímpio Gonçalves dos Reis, foi transformada em calçadão, o que agradou grande parte da população, mas cuja obra também foi alvo de reclamações.

A quem compete?

O calçadão em que em boa hora transformaram a nossa praça principal a Coronel Olímpio, mais conhecido por Largo da Matriz a figura-se-nos foi construído para momentos de lazer da população.

O romântico coreto que a adorna aumenta o bucolismo da praça, onde abundam confortáveis bancos de madeiras, outrora brancos, alinhados numa disposição diferente e interessante, não raro abrigando mães com filhos pequenos, amorosos casais na terceira idade ou jovens enamorados.

Ereto e indiferente à passagem do tempo ali permanece quiçáz o busto do maior dos párocos que Socorro já teve, o saudoso Padre Antonio Sampaio.

Arvores frondosas e vegetação tropical não tão bonita e nem bem cuidada como aquela colocada quando o calçadão foi construído, e em suave serviço de som (dependente é verdade da boa vontade do funcionário encarregado) completam a paisagem desse nosso principal logradouro, onde vez ou outra uma retreta alegra os poucos saudosistas que a cidade ainda conta.

Porém é triste ver o desrespeito que certos elementos têm por esse bem que pertence a todos nós.

Motoqueiros sem cerimonia fizeram ponto num dos seus cantos e provocando uma barulheira infernal agridem-nos os ouvidos, assustando e pondo em perigo as vidas de crianças e adultos, que com muita justiça fazem da praça o seu ponto de encontro.

Ciclistas atrevidos, indiferentes e desabaladamente cortam a praça de ponta a ponta, tirando o sossego dos habitantes desse recanto.

Isso sem falar na malta de cães que também faz ponto ali, modorrando durante o dia sob forte sol ou à sombra das frondosas arvores, onde permaneceram a noite e até a madrugada fazendo coro com os motoqueiros, promovendo algazarra e quebrando o silêncio que é indispensável a quem trabalha o dia todo e precisa descansar.

Deus do céu!

Inúmeras reclamações estão voltadas para este assunto.

Vamos aguardar que uma providência seja tomada à respeito por alguma autoridade.

A quem compete?

E atualmente, as mudanças feitas no trânsito, que envolve toda a Praça da Matriz, são alvos de muitas reclamações. Elas agradam e desagradam a quem?

Artigo anteriorCongadas antigas
Próximo artigoBeterraba gigante
- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias