Prefeitura pede a colaboração no descarte de materiais

Leitura obrigatória

Após a inauguração dos Pontos de Entrega Voluntária- PEV, a Prefeitura comunica que não irá mais recolher qualquer tipo de material, já que os PEV acolhem óleo de cozinha (armazenado em garrafas pet), pilhas, baterias, restos de materiais de construção, entulho, móveis velhos, dentre outros.

O cidadão que desejar descartar algum tipo de material, deverá proceder da seguinte maneira:

– Para a retirada de móveis (caso não tenha como levar até o PEV): O interessado deverá se dirigir ao setor de protocolo da prefeitura e preencher o requerimento solicitando a retirada do material e pagar taxa de protocolo de R$ 10,28.  Feito isso, deverá aguardar contato da Secretaria de Meio Ambiente, para agendamento do dia, horário e local em que o caminhão irá passar, para que possa colocar os materiais na rua.

Para recolhimento de poda de jardim ou entulho: Deverá proceder da mesma forma e somente será retirado o material que estiver devidamente ensacado e a quantia máxima de 3 sacos de 100 litros. Para quantias acima de 3 sacos e até 1 m³, deverá protocolizar o pedido e pagar as devidas taxas de protocolo (R$ 10,28) e a taxa de execução de serviço no valor de R$ 102,80 e também deverá aguardar o contato antes de colocar os materiais na rua.

Segundo Marcelo Mantovani Fratini, secretário municipal de Fiscalização, Arrecadação e Tributação, os cidadãos que continuarem a dispensar material nas calçadas e vias públicas, como vem acontecendo, poderão receber multa no valor de R$ 205,60 e deverão proceder com a retirada dos mesmos.

“Essas medidas visam melhorar a estética de nossa cidade, pois, ultimamente, percebemos um aumento na disposição de lixo fora do horário de coleta e aumento em descarte de móveis velhos, entulhos, dentre outros materiais, deixando nossa cidade suja”, explica o secretário.

 

- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias