Sabores do Currupira ganha 1º selo SIM de Socorro para doces de leite

Leitura obrigatória

No Bairro Currupira a família Oliveira se uniu, para transformar uma parte de sua propriedade em um gostoso cantinho turístico: o rancho Sabores do Currupira.

Enquanto o patriarca Anésio Aparecido de Oliveira cuida da plantação de árvores frutíferas e outras culturas, a esposa Irene Aparecida de Souza Oliveira especializou-se em doces e geleias, que fazem a alegria da população socorrense e turistas que visitam o local, tanto para comprar os produtos, como para saborear o delicioso café da tarde, marcado com antecedência, todos os dias da semana, das 9h às 17h.

A pequena Gabrielli, hoje com 11 anos, desde a fundação do rancho, em 22 de novembro de 2013, é quem distrai os turistas, contando a estória do bairro, onde a presença do Currupira assustava muitas pessoas, e cuja entidade deu seu nome ao bairro. A outra filha, Jaqueline, de 21 anos, futura engenheira mecânica, estuda à noite, mas sempre ajuda na confecção dos doces e no atendimento aos clientes. E Irene conta, ainda, com a ajuda inestimável de sua mãe, Maria José de Souza, na produção dos doces e descoberta de novos sabores.

Ao chegar ao rancho Sabores do Currupira, o visitante encontra uma gama de 17 sabores de geleias e 18 doces. Entre as geleias de frutas, destacam-se as diferenciadas, com os sabores de rosa, café, berinjela, menta e pimenta. Entre os doces, o carro-chefe são os doces de leite, também com sabores diferenciados, como coco, café, chocolate, nozes, amendoim, abóbora, maracujá, mamão e morango.

Há um ano e meio a família resolveu ampliar sua produção e comercializar em outros pontos da cidade. Para tanto, houve toda uma adaptação do local, com as normas exigidas para o recebimento do selo SIM -“Serviço de Inspeção Municipal”, que permite essa comercialização.

Contou, para tanto, com o apoio e a supervisão do veterinário Ricardo Salles Campos e do engenheiro Paulo Eduardo Lorensini, da Prefeitura, com acompanhamento do veterinário particular, José Luiz Zanesco.

E foi com muita alegria e comemoração que a família recebeu o primeiro SIM de Socorro, para doce de leite, o qual chegou no último dia 17 de outubro, trazendo tranquilidade para toda a família, que agora está com um produto legalizado para o consumo da população socorrense e turistas, podendo ser comercializado em outras empresas da cidade, e que já podem ser encontrados na Casa do Horto, Mirante do Cristo, Moinho da Nona, Moda Lojas de Fábrica, Pedra da Bela Vista, Monjolinho, Duda Peretto e, em breve, em outros locais.

De acordo com Irene, a produção depende da demanda, e ela espera que o trabalho aumente, para ampliar seu negócio e até mesmo contratar outras pessoas para ajudá-la.

“Foi uma luta chegar até aqui, mas valeu a pena, pois agora vamos trabalhar com mais afinco. Investimos bastante nesse projeto, por acreditar em nossos produtos e viabilizar um mercado em crescimento”, ressalta a produtora.

SIM 0022 – O Doce de Leite recebeu o SIM nº 0022. O Serviço de Inspeção Municipal de Produtos de Origem Animal – SIM/POA de Socorro foi criado em 1996 e regulamentado em 2005. O SIM/POA implica na inspeção de forma higiênico-sanitária sobre todo produto de origem animal que é produzido e comercializado no município (carne e subprodutos; leite e subprodutos; pescado e subprodutos; mel e subprodutos; ovos e subprodutos).

Serviço –  O rancho Sabores do Currupira fica bem próximo à Igreja de São José, no Bairro Currupira, e o caminho está sinalizado. Para agendar um café da tarde, com as delícias do campo, o telefone para contato é 99940-3236, pelo qual também podem ser feitas encomendas dos produtos do Sabores do Currupira… E vá sem medo, a entidade folclórica só aparece na madrugada, em um matagal longe dali…

- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias