Socorrense brilha em vitória argentina por 3 a 2, mas a festa é por conta do time da casa

Leitura obrigatória

Mais uma vez socorrenses e mardelplatenses reuniram-se para a confraternização mais esperada por seus participantes. Neste ano, toda a organização ficou por conta dos amigos de Socorro, que receberam os argentinos em suas casas, entre os dias 19 e 24 de novembro e, apesar do número reduzido de participantes, a animação não deixou de estar presente em todos os momentos.

Logo que chegaram, na quarta-feira, dia 19, os visitantes foram recebidos com um almoço realizado no Restaurante Marchetti. Após um breve descanso, o ex-prefeito José Mario de Faria os recebeu em sua chácara, onde, além das boas-vindas, foram dados os parabéns a um dos mais antigos participantes do encontro: o Zé Luis Arregui.

Argentinos 2 xxA quinta-feira começou com uma tarde na piscina da casa do Vivaldo e Bernadete e, de lá, o grupo de amigos partiu para a Cachaçaria São Tomé, onde foram muito bem recebidos pelos proprietários e degustaram os inúmeros sabores de cachaças, servidos no local.

O jantar da noite foi servido no restaurante Aui Mauê, ao som de muita música e homenagens feitas pelo prefeito André Bozola e os demais integrantes da Câmara de vereadores.

Sexta-feira foi dia de ir à chácara do Toninho Palazzi e, à noite, no Beiçola Sports Bar, local onde, no dia seguinte, seria realizada a esperada partida de futebol que, como sempre, é cercada de polêmica e muita rivalidade.

Nesta edição o destaque da partida foi o socorrense Diego, jogador de base do Bragantino que, em dez minutos de jogo selou o resultado, marcando três gols. Porém, para o azar do time da casa, o jogador foi escalado para jogar por Mar Del Plata.

Argentinos 1 xxApesar de toda a pressão do time de Socorro, com gols de Neto e Gustavo, o jogo terminou com vitória por 3 x 2 para os argentinos, dando mais uma vitória para os mardelplatenses.

Após o jogo, deixando todo o fervor do jogo e a rivalidade de lado, foi realizada mais uma festa na chácara do Márcio Falconi e, à noite, argentinos e socorrenses reuniram suas famílias para se deliciarem com um ótimo bufê servido pelo chefe Davi Martins, no Villa Society, onde puderam contar com boa música e distribuição de brindes para os hermanos.

No domingo, novamente com a presença dos familiares, foi realizado um churrasco na chácara do Jorge Bonetti, com a ajuda de Luís Festas e Eventos. À noite, para encerrar a temporada, pizza na casa do Laércio Reis, selando as festividades do encontro.

“Apesar de todas as polêmicas que sempre acontecem, o que tem que se destacar nesses encontros é que, mesmo com problemas financeiros, de saúde, da distância entre as cidades e tudo mais, tudo é superado, e os encontros acabam sempre sendo realizados. Agora é esperar! Que venha 2015 e que, mais uma vez, possamos ser muito bem recebidos em Mar Del Plata para o 33º encontro”, encerra Celso Sette.

- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias