Veterinário explica sobre os cuidados com os animais de estimação, neste inverno  

Leitura obrigatória

O inverno chega no dia 20 deste mês, mas as baixas temperaturas já chegaram e fazem dos nossos melhores amigos, vítimas do frio e de doenças. O médico veterinário Clóvis de Souza Júnior (CRM 31.963), da Clínica Veterinária Pet Jr., nos deu uma entrevista, explicando os cuidados e o que fazer para melhorar o ambiente para o seu animalzinho.

Quais cuidados deve-se ter com os animais de estimação, durante o frio?
Devemos tomar alguns cuidados para não expor nossos amiguinhos aos riscos deste período, pois é muito perigoso para os animais de estimação essas baixas temperaturas. Os riscos das infecções respiratórias e de conjuntivites são maiores, durante esse período, principalmente dentre os cães mais jovens, gatos e nas aves. No caso destes animais, em minha opinião, o ideal é diminuir a frequência de banhos, levar os animais para passear nos horários mais quentes e manter as vacinas em ordem, tanto a de gripe, quanto a de cinomose para os cães e a de rinotraqueite para os gatos.

A alimentação deve ser alterada?
Durante esse período, podemos optar por uma dieta um pouco mais calórica para os animais domésticos, para suprir uma demanda maior do organismo em produzir energia, para manter a temperatura corpórea.

Os filhotes e idosos demandam mais atenção?
Os idosos e os filhotes são os que requerem maior atenção, por causa da baixa imunológica, facilitando os processos infecciosos e inflamatórios. Nos idosos, os cuidados devem ser ainda maiores, pois é durante o período frio que ocorre o agravamento dos problemas cardíacos, das artrites e artroses e dos problemas respiratórios. Também é nesse período que ocorre a disseminação das doenças virais como, por exemplo, a cinomose, que usa infecções respiratórias como porta de entrada, em animais desprotegidos de vacina.

Na zona rural, onde geralmente faz mais frio, muitos animais vivem fora das casas. O que fazer?
Os animais domésticos que vivem em grandes áreas, como por exemplo na zona rural, procuram lugares onde possam ficar mais aquecidos, por isso fazem buracos ou tocas em barrancos, mas o ideal é proporcionar-lhes casinhas ou abrigos, para que possam se manter aquecidos durante essas frias madrugadas.

E os animais que ficam dentro de casa?
Já nos animais que ficam dentro de casa, podemos colocar roupinhas e também fazer uso de caminhas, casinhas, mantas e cobertores.

Quais as raças que mais sofrem com o frio?
As raças que mais sofrem no frio são os braquiocefálicos, ou seja, cães com focinho mais curto e, portanto, com maior dificuldade de aquecer o ar que vai para os pulmões, facilitando, então, as doenças respiratórias.

Que doenças podem ser causadas com as baixas temperaturas? Quais os sintomas?
As principais doenças e seus sintomas são: Bordetella ou tosse dos canis – apresenta tosse, perda de apetite, febre e apatia. Rinotraqueite felina – olhos lacrimejantes, tosse e espirros, secreção nasal, febre, perda de apetite. Cinomose – febre, secreções oculares e nasais, sinais nervosos, tosse. Artrite e artrose – dores nas articulações, dificuldade na locomoção, febre, perda de apetite. Problemas cardiovasculares– tosse, cansaço ao menor esforço físico, mucosas azuladas.

Há algum tipo de vacina que os pets podem tomar?
Para evitar as infecções virais, o ideal é vacinar o seu amiguinho. Nos cães deve-se manter a V10 em dia, para evitar a cinomose e a bronchguard, para evitar a tosse. Já nos gatos, deve-se manter a tríplice ou quadrupla felina, além da raiva, para ambos.

Com relação às “roupas” para os animais, o que recomenda? Até que ponto elas podem proteger ou então incomodar os animais?
Para os animais que aceitam o uso da roupinha, esta é uma boa opção para ajudá-los a se manter mais aquecidos, durante o período frio. Alguns bichinhos, no entanto, não ficam por mais de alguns minutos e já tiram a roupinha, mas não tem problema, porque são providos de uma camada de pelo e gordura, que os ajudam a se proteger do frio.

Em relação aos animais de rua. Já atendeu algum caso de morte por hipotermia?
Os animais de rua sempre dão um jeitinho e encontram um lugar aquecido para dormir, e também contam com a ajuda de algumas boas pessoas que deixam abertas as suas garagens ou fornecem casinhas a esses coitados. Já atendi alguns com infecções respiratórias, mas nenhum chegou ao ponto de morrer, por causa do frio.

Serviço
A Clínica Veterinária Pet Jr. fica à Rua Otávio Zucato, 31, Centro. Fones – 3895-3138, 99705-2668 ou 99712-3141.

- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias