O diretor pedreirense J. Peron apresenta o filme “O Lobisomem de Pedra de Fogo”, uma produção gravada durante a pandemia, com filmagens em Monte Alegre do Sul e que conta com a participação especial do ator e humorista Paulo Pioli, da Praça é Nossa.

Dentre tantas transições durante o Plano São Paulo, o filme que iniciou as gravações em fevereiro de 2021, só foi finalizado em agosto, com a última cena filmada – a transformação do lobisomem no cemitério – exatamente às 0h do dia 21/08/21.

“O Lobisomem de Pedra de Fogo” está disponível somente online, pelo site www.zoncine.com.br – com preço de lançamento R$ 3,80.

Sinopse

A história se passa numa cidadezinha do interior chamada Pedra de Fogo. Reza a lenda que nas noites de lua cheia um lobisomem aparece comendo as galinhas de Dona Inácia (Baiana).

Delegado Brandão (Déo Garcez), casado com a beata Augusta (Rita Nascimento), é o responsável pelas investigações que sempre dão em nada. Ingrid (Paula Palmieri), a filha do casal, é apaixonada desde criança por Alberto (Pedro Ribeiro) que está de regresso a cidade.

O atrapalhado prefeito Junqueira (Paulo Pioli) está muito interessado em construir uma represa na cidade, coisa que deixa sua esposa Constância (Arminda Riolo) feliz, pois isso inundaria a casa da Rebeca (Ana L. Garritano), a Bruxa que mora nos arredores e mãe de Alberto.

Tião Gregório (J. Peron) é um filósofo desiludido que bebe uma bebida misteriosa e espera o último dia de lua cheia do ano escolhido para ver a profecia se cumprir e a cidade se libertar da maldição do Lobisomem.

Na trama ainda participam o Soldado Souza (Ciro Pires), Crysbel (Natasha Audrey), o pipoqueiro (Leonardo C. de Campos), Padre Aurélio (Junior Gritti), os atendentes da Rodoviária (Francesco Lolli e Lu Stopa) e, interpretando Augusta e Brandão quando jovens, os atores Hata Glau e Raoni Xavier.

A trilha sonora ficou a cargo do cantor e compositor Carlinhos P. O. Box, do violeiro Lucas Campaci, do maestro Tutti Novo e de J. Peron.

Com informações da Prefeitura de Pedreira