Novo decreto flexibiliza medidas e comércio só poderá funcionar mediante assinatura de termo de responsabilidade

Leitura obrigatória

Depois de 15 dias de medidas mais restritivas, o Prefeito Municipal, Ricardo Lopes, anunciou na tarde de hoje, as novas normas de combate a pandemia em Socorro. Ele também se reuniu com representantes do comércio, pela manhã, no Centro Administrativo.

O novo decreto permite o atendimento presencial em padarias, mercados, padarias, açougues e quitandas, de segunda à domingo, sendo proibido o consumo de alimentos dentro dos estabelecimentos, que devem respeitar o limite de 30% da sua capacidade máxima.

O comércio, que ficou todo o período de portas fechadas poderá, a partir desta terça-feira, dia 15, retomar o atendimento ao público, observando o limite de 30 da sua capacidade máxima de atendimento, além da obrigatoriedade de higienização das mãos com álcool gel, aferição de temperatura e limitador de acesso ao estabelecimento. A mesma medida vale para os centros de compras, feira de malhas, shopping, outlet, galerias e estabelecimentos congêneres.

Gastronomia

As lanchonetes, pizzarias, restaurantes, cafés, pesqueiros e praças de alimentação, que trabalharam somente na modalidade delivery, poderão receber novamente o público para consumo no local, respeitando também o limite de 30% da sua capacidade máxima. Além disso, o estabelecimento deverá encerrar suas atividades às 20h, sendo permitido após este horário, os serviços na modalidade delivery ou drive thru.

Com relação aos bares, lojas de conveniências dos postos de combustíveis, quiosques, trailers e assemelhados, o funcionamento deverá ser somente na modalidade delivery ou drive thru, sendo expressamente proibido o consumo no interior do estabelecimento. O retorno das atividades presenciais destes seguimentos está previsto para o dia 21/06/2021, com horário de atendimento até às 22h, ressaltando que a retomada das atividades está condicionada aos índices de notificações e taxas de ocupação hospitalar.

Salões de beleza – os salões de beleza, barbearias e estabelecimentos congêneres poderão atender individualmente, mediante agendamento, de segunda a sábado, observado o intervalo mínimo de 30 minutos entre um cliente e outro, para higienização do ambiente.

Templos religiosos – os templos religiosos deverão limitar o atendimento ao máximo de 30% da sua capacidade de acolhimento dos fiéis, observada a necessidade de distanciamento entre as pessoas, além da obrigatoriedade de higienização das mãos com álcool gel e de aferição de temperatura nas portas de acesso ao local.

Academias – as academias de ginástica, estúdios, centros de treinamentos e similares, deverão limitar o atendimento ao máximo de 40% da sua capacidade, além da obrigatoriedade de higienização das mãos com álcool gel e de aferição de temperatura nas portas de acesso ao local. As atividades esportivas coletivas poderão ser retomadas a partir do dia 21 de junho.

Locação de chácaras – a locação de chácaras de recreio e assemelhados no Município de Socorro/SP será permitida a partir do dia 21/06 e deverá observar o limite de ocupação máxima de 7 (sete) pessoas por imóvel locado, sendo expressamente proibido o ingresso de outras pessoas estranhas ao procedimento de locação, no mesmo local.

Turismo

Os hotéis, pousadas, hostels e assemelhados, poderão exercer suas atividades até o limite de 40% da sua capacidade máxima, sendo expressamente vedada a realização de eventos, serviços de recreação, shows e atividades equivalentes, além das festas típicas deste mês.

As operadoras e agências de turismo de qualquer natureza, parques de aventura e turismo rural, deverão limitar o atendimento ao máximo de 30% da sua capacidade, além da obrigatoriedade de higienização das mãos com álcool gel e de aferição de temperatura nas portas de acesso ao local.

Termo de responsabilidade

Os estabelecimentos autorizados a atender o público de maneira presencial, deverão obter o “Termo de Responsabilidade de Comércio Consciente”, junto ao site da Prefeitura Municipal, www.socorro.sp.gov.br.  Os proprietários devem preenche-lo e declarar que estão cientes das normas e se comprometem a cumpri-las.

Aulas retornam no dia 21 de junho

O retorno das aulas presenciais da rede municipal, estadual e particular será a partir de 21/06, observado o limite de 35% da sua capacidade máxima, além da obrigatoriedade de higienização das mãos com álcool gel e de aferição de temperatura nas portas de acesso à escola.

A limitação de alunos pode sofrer alterações em virtude de novas determinações impostas pelo Governo do Estado.

Bancos, cartórios e Correios – deverão, obrigatoriamente, disponibilizar funcionários para orientar as filas e o acesso de clientes ao interior da agência, de modo a minimizar ao máximo a aglomeração de pessoas.

Sem festa junina familiar

O novo decreto proíbe terminantemente a realização de festividades típicas do mês de junho, seja em estabelecimentos comerciais ou residências, ainda que a comemoração seja realizada apenas entre familiares.

O decreto ainda prevê que o munícipe flagrado sem máscara de proteção, será conduzido coercitivamente à Delegacia de Polícia por infração ao art. 268 do Código Penal – Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa. Pena – detenção, de um mês a um ano, e multa.

O descumprimento de qualquer medida anunciada no decreto ensejará ao infrator a penalidade de multa que pode variar entre R$ 3.000,00 (três mil reais) a R$ 10.000,00 (dez mil reais), dependendo da gravidade do caso. Parágrafo único – Caso haja a reincidência, a multa será aplicada em dobro e as atividades suspensas por 30 dias.

Vídeo apresenta desafios e pede união de esforços para o combate a pandemia 

Na manhã da segunda-feira, 14 de junho, a Prefeitura de Socorro divulgou um vídeo registrando os desafios que os profissionais da saúde têm enfrentado no atual momento da pandemia, e as dificuldades de atender a demanda de pacientes.

Edmir Fernandes, médico coordenador da UTI de Socorro, disse que faz terapia intensiva há 30 anos e nunca viu uma situação como essa. “Um agente invisível está ganhando essa batalha, porque nós, seres humanos, não estamos tendo cuidado. Não existe tratamento precoce. A melhor maneira evitar é mascara, higienizar as mãos, uso do álcool gel e evitar aglomeração. Tomem cuidado. A situação está dramática! Se você pegar Covid de forma grave nós não teremos um leito de UTI para você!”, encerrou.

Murilo Pena, médico do Centro de Triagem, confirmou que estão recebendo pacientes com reinfecção do vírus pela segunda e até terceira vez. “Vacina não é repelente, não impede de adquirir o vírus, ela simplesmente faz com que: se você adquirir o vírus seu corpo consiga reagir e tenha uma resposta mais branda aquela infecção, evitando uma internação e até mesmo um óbito”, enfatiza ele.

A gravidade do quadro também foi reforçada pelo provedor Santa Casa, José Giomo. “Estamos no limite físico e financeiro”, disse ele, sobre os altos custos de medicamentos e equipamentos, quase impossíveis de manter.

Wladina Zamboim, gerente da enfermagem, pediu união. “Aqui dentro do hospital somos o reflexo do que acontece aí fora. Se cada uma fizer sai parte não precisa decreto do governador, prefeito. É questão consciência e respeito com o próximo. Faço apelo de união dos esforços. Nós aqui dentro e vocês aí fora”, encerrou.

Assista: https://fb.watch/67C9LNwq5B/

- Anunciantes -
- Anunciantes -

Últimas notícias